Guardas municipais pedem prisão do prefeito Ernesto Roller

A situação do prefeito de Formosa, Ernesto Roller (PMDB), não é das melhores. Acusado de desobedecer decisão judicial, o peemedebista teve sua prisão pedida no dia 20 setembro; Roller descumpriu a determinação do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e da juíza Marina Cardoso que restabeleceu o direito de guardas municipais ao posto que possuíam antes de serem rebaixados sem o devido processo legal

roller
roller (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A situação do prefeito de Formosa, Ernesto Roller (PMDB), não é das melhores. Acusado de desobedecer decisão judicial, o peemedebista teve sua prisão pedida no dia 20 setembro. Roller descumpriu a determinação do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) e da juíza Marina Cardoso que restabeleceu o direito de guardas municipais ao posto que possuíam antes de serem rebaixados sem o devido processo legal.

A defesa dos guardas municipais também pediu que seja aplicada multa de R$ 100 mil ao prefeito, bem como o cumprimento imediato da decisão judicial. Roller foi devidamente notificado em duas ocasiões: em 29 de maio e 20 de julho. Mesmo afim, preferiu dar as costas para a Justiça e cometer crime de desobediência e de responsabilidade. Agora, o peemedebista pode parar atrás das grades.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247