Guimarães critica "gastança" do Governo Federal com escolas de samba

O deputado federal José Guimarães, líder da minoria, criticou a liberação de R$ 13 milhões do Governo Federal para o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, em meio à crise fiscal que o país vive, inclusive com o aumento do imposto sobre combustíveis sob a justificativa de ajustar as contas púbicas. “Eu nunca vi um governo para gastar tão mal. Se tem um governo que é o governo da gastança é esse. Liberar 13 milhões para o carnaval nessa crise que estamos vivendo?", questionou o parlamentar  

Ceará 247 - O deputado federal José Guimarães PT-CE), líder da minoria, criticou a liberação de R$ 13 milhões do Governo Federal para o desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, em meio à crise fiscal que o país vive e o recente aumento dos impostos sobre combustíveis.

O deputado destacou a irresponsabilidade do governo frente a crise econômica do Brasil. “Eu nunca vi um governo para gastar tão mal. Se tem um governo que é o governo da gastança é esse. Liberar 13 milhões para o carnaval nessa crise que estamos vivendo? Vamos ter cautela, não pode ter uma gastança dessas proporções. Mais do que isso: e os outros Estados?, questionou Guimarães.

Guimarães ironizou a forma como o governo federal administra a crise. "O Henrique Meirelles bota com uma mão e o Temer retira com a outra. Cada pedida no Palácio do Planalto é uma liberação, como pode ter ajuste fiscal? É por isso que o rombo está em 139 milhões. E o que é mais grave: o governo já está se preparando para pedir uma autorização legislativa para aumentar o déficit primário mesmo com a PEC do Teto. O Brasil está em uma encrenca fiscal de grandes proporções”, afirmou.

O anúncio da liberação de recursos pelo Governo Federal foi feito pelo presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Jorge Luiz Castanheira Alexandre, após reunião com Michel Temer. Segundo ele, o Governo Federal garantiu o aporte dos recursos, após a Prefeitura do Rio de Janeiro ter cortado pela metade, a subvenção para o desfile de 2018.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247