Guimarães: Lula é o nome que pode reunificar o País

Em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima, o deputado José Guimarães afirmou que Lula é o único que pode reunificar o País e pensar um novo modelo de desenvolvimento. Para Guimarães, Lula está crescendo nas pesquisas porque ninguém esquece o legado dos governos do ex-presidente. "O Lula conseguiu três coisas fundamentais: crescimento econômico, emprego e renda. Nenhum outro governo conseguiu isso"

Em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima, o deputado José Guimarães afirmou que Lula é o único que pode reunificar o País e pensar um novo modelo de desenvolvimento. Para Guimarães, Lula está crescendo nas pesquisas porque ninguém esquece o legado dos governos do ex-presidente. "O Lula conseguiu três coisas fundamentais: crescimento econômico, emprego e renda. Nenhum outro governo conseguiu isso"
Em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima, o deputado José Guimarães afirmou que Lula é o único que pode reunificar o País e pensar um novo modelo de desenvolvimento. Para Guimarães, Lula está crescendo nas pesquisas porque ninguém esquece o legado dos governos do ex-presidente. "O Lula conseguiu três coisas fundamentais: crescimento econômico, emprego e renda. Nenhum outro governo conseguiu isso" (Foto: Fatima 247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - Para o deputado José Guimarães (PT), Lula é o único que pode reunificar o País e pensar um novo modelo de desenvolvimento. A declaração foi feita hoje, em entrevista ao jornalista Eliomar de Lima, no aeroporto Pinto Martins, antes de embarcar para Brasília.

Segundo Guimarães, isso vai ser discutido na hora certa, com os demais partidos do campo progressistas. Para Guimarães Lula está crescendo nas pesquisas porque ninguém esquece o legado dos governos do ex-presidente. "O Lula conseguiu três coisas fundamentais: crescimento econômico, emprego e renda. Nenhum outro governo conseguiu isso". 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247