Guimarães: “se querem nos derrotar, devem disputar o voto do povo”

“Se eles querem nos derrotar, eles devem ir para rua como nós, disputando o voto do povo”, afirmou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), em discurso na Praça da República, em São Paulo, após o voto do desembargador Leandro Paulsen que definiu a condenação do ex-presidente na tarde desta quarta-feira (24). O deputado disse ainda que é preciso mobilizar o País e os movimentos sociais e que o partido não tem outra alternativa para as eleições deste ano. “O PT não tem plano B, é Lula candidato à presidência da república”

“Se eles querem nos derrotar, eles devem ir para rua como nós, disputando o voto do povo”, afirmou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), em discurso na Praça da República, em São Paulo, após o voto do desembargador Leandro Paulsen que definiu a condenação do ex-presidente na tarde desta quarta-feira (24). O deputado disse ainda que é preciso mobilizar o País e os movimentos sociais e que o partido não tem outra alternativa para as eleições deste ano. “O PT não tem plano B, é Lula candidato à presidência da república”
“Se eles querem nos derrotar, eles devem ir para rua como nós, disputando o voto do povo”, afirmou o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), em discurso na Praça da República, em São Paulo, após o voto do desembargador Leandro Paulsen que definiu a condenação do ex-presidente na tarde desta quarta-feira (24). O deputado disse ainda que é preciso mobilizar o País e os movimentos sociais e que o partido não tem outra alternativa para as eleições deste ano. “O PT não tem plano B, é Lula candidato à presidência da república” (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - Mesmo após o voto do desembargador Leandro Paulsen, que definiu a condenação do ex-presidente Lula no caso do triplex do Guarujá, o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), afirmou que o partido não tem alternativa para as eleições deste ano. “O PT não tem plano B, é Lula candidato à presidência da república”, afirmou, em discurso na Praça da República, em São Paulo, na tarde desta quarta-feira (24). 

O deputado enfatizou também que é preciso mobilizar o País e os movimentos sociais, para dizer “a essa elite golpista que não aceitamos essa condenação injusta contra o presidente Lula”. “Lula é esperança, é reconstrução do Brasil. Eles precisam entender que eleição é com Lula. Se eles querem nos derrotar, devem ir para a rua como nós, disputando o voto do povo. Não temos outra alternativa”, completou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247