Guimarães: “Vitória é resultado de toda mobilização dos trabalhadores”

"Essa vitória é resultado de toda mobilização dos trabalhadores. Rumo à greve geral no próximo dia 30”, declarou o deputado federal José Guimarães (PT-CE). Em suas redes sociais, o líder da minoria na Câmara comemorou o resultado da votação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS), que rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES)

"Essa vitória é resultado de toda mobilização dos trabalhadores. Rumo à greve geral no próximo dia 30”, declarou o deputado federal José Guimarães (PT-CE). Em suas redes sociais, o líder da minoria na Câmara comemorou o resultado da votação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS), que rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES)
"Essa vitória é resultado de toda mobilização dos trabalhadores. Rumo à greve geral no próximo dia 30”, declarou o deputado federal José Guimarães (PT-CE). Em suas redes sociais, o líder da minoria na Câmara comemorou o resultado da votação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS), que rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O deputado federal José Guimarães (PT-CE) comemorou o resultado da votação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS), que rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES). "Essa vitória é resultado de toda mobilização dos trabalhadores. Rumo à greve geral no próximo dia 30", disse, em suas redes sociais. 

No lugar do parecer de Ferraço, a comissão aprovou um texto alternativo, do senador oposicionista Paulo Paim (PT-RS). O texto de Paim é contrário ao que passou pela Câmara. O resultado representa uma grande derrota para o governo Michel Temer.

A Reforma Trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado. Segundo a Mesa Diretora do Senado, os relatórios da CAE, CAS e CCJ vão servir de orientação para a votação em plenário.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247