Há 80% de chances de Lula vir a Porto Alegre, diz Frente Brasil Popular

Representantes de movimentos sociais que compõem a Frente Brasil Popular informaram que tem crescido as chances de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participar de um ato político em Porto Alegre no dia 23 de janeiro, véspera de seu julgamento no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4)

Há 80% de chances de Lula vir a Porto Alegre, diz Frente Brasil Popular
Há 80% de chances de Lula vir a Porto Alegre, diz Frente Brasil Popular (Foto: Ricardo Stuckert)

Luís Eduardo Gomes, do Sul 21

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (19), representantes de movimentos sociais que compõem a Frente Brasil Popular informaram que tem crescido as chances de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participar de um ato político em Porto Alegre no dia 23 de janeiro, véspera de seu julgamento no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).

Segundo o vice-presidente estadual do PT, Carlos Pestana, a chance de Lula participar de um ato na Esquina Democrática, previsto para o final da tarde, é de 80%, dependendo ainda de uma decisão final dos advogados do ex-presidente sobre a conveniência de ele participar do ato ou não. A presença do ex-presidente nas mobilizações de apoio ao seu direito de se candidatar à presidência da República em 2018 será definida na próxima segunda-feira, disse Pestana, ressaltando ainda que Lula deverá voltar a São Paulo ainda na terça-feira.

Atos pacíficos

No início da tarde desta sexta, a Frente Brasil Popular havia confirmado que o Anfiteatro Por do Sol será o palco do acampamento dos movimentos sociais, que deverá ser montado na próxima segunda (22). O objetivo inicial da Frente era realizar o acampamento no Parque Harmonia, ao lado do TRF4, mas o local estará isolado pelas forças de segurança na próxima quarta (24).

Presidente estadual da Central Única dos Trabalhadores (CUT-RS), Claudir Nespolo, destacou que o espaço do Anfiteatro é “bem adequado” para o ato esperado e que os movimentos sociais estão satisfeitos com o acordo firmado com o Ministério Público, governo do Estado e do governo municipal. Segundo ele, “muita gente” que espera atos de violência irá “quebrar a cara” diante das manifestações pacíficas da próxima semana.

Segundo Cedenir Oliveira, coordenador estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), já está confirmada a vinda de pelo menos 30 mil pessoas em caravanas de fora de Porto Alegre, sendo a maioria delas vindas do interior do RS, Santa Catarina e Paraná. A expectativa é que mais de 50 mil pessoas compareçam aos atos de apoio ao ex-presidente. “Não tenhamos dúvida de que serão milhares em Porto Alegre”, diz Cedenir.

Claudir destacou que, para garantir a tranquilidade das manifestações, mais de 2 mil representantes dos movimentos sociais irão atuar na segurança e organização dos atos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247