Haddad compra briga com Doria e aponta desmonte da controladoria de SP

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT
Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria.

O órgão foi criado por ele para combater a corrupção e "responsável pelo desbaratamento da máfia do ISS e da máfia do Theatro Municipal, dentre outras ações em que recuperou centenas de milhões de reais", lembrou o petista.

A crítica veio após a demissão, por Doria, da controladora-geral do município, Laura Mendes Armando de Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista.

O prefeito tucano rebateu a crítica de Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT: segundo ele, o partido do ex-prefeito "deu aula e pós-graduação em corrupção".

Confira abaixo o post de Haddad:

O FIM DA CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO

A Controladoria Geral do Município, criada por mim, órgão de combate à corrupção, foi a responsável pelo desbaratamento da máfia do ISS e da máfia do Theatro Municipal, dentre outras ações em que recuperou centenas de milhões de reais.

Esse órgão está sendo desmontado.

Num primeiro movimento, retiraram dele o status de secretaria diretamente ligada ao gabinete do prefeito (https://goo.gl/7mPTuS).

E, agora, demitem um quadro técnico para nomear um aliado, retirando-lhe a autonomia.

Temer fez o mesmo no plano federal. No governo do Estado, jamais tivemos uma controladoria autônoma com status de secretaria. Estamos retrocedendo.

Pena.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247