Haddad compra briga com Doria e aponta desmonte da controladoria de SP

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT
Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria, órgão criado pelo petista para combater a corrupção; a crítica veio após a demissão, por Doria, nesta semana, da controladora-geral do município, Laura Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista; o prefeito tucano rebateu Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad denunciou pelo Facebook o "desmonte" da Controladoria Geral do Município pela gestão de João Doria.

O órgão foi criado por ele para combater a corrupção e "responsável pelo desbaratamento da máfia do ISS e da máfia do Theatro Municipal, dentre outras ações em que recuperou centenas de milhões de reais", lembrou o petista.

A crítica veio após a demissão, por Doria, da controladora-geral do município, Laura Mendes Armando de Barros, duas semanas depois de ela ter aberto uma investigação sobre cobrança de propina para liberar propagandas proibidas na capital paulista.

O prefeito tucano rebateu a crítica de Haddad com mais um ataque fora do contexto e anti-PT: segundo ele, o partido do ex-prefeito "deu aula e pós-graduação em corrupção".

Confira abaixo o post de Haddad:

O FIM DA CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO

A Controladoria Geral do Município, criada por mim, órgão de combate à corrupção, foi a responsável pelo desbaratamento da máfia do ISS e da máfia do Theatro Municipal, dentre outras ações em que recuperou centenas de milhões de reais.

Esse órgão está sendo desmontado.

Num primeiro movimento, retiraram dele o status de secretaria diretamente ligada ao gabinete do prefeito (https://goo.gl/7mPTuS).

E, agora, demitem um quadro técnico para nomear um aliado, retirando-lhe a autonomia.

Temer fez o mesmo no plano federal. No governo do Estado, jamais tivemos uma controladoria autônoma com status de secretaria. Estamos retrocedendo.

Pena.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247