Haddad corta tudo na prefeitura de São Paulo

Prefeito congela R$ 5,2 bilhões do orçamento – o equivalente a 12,3% da arrecadação estimada para este ano; emendas parlamentares e gastos internos também foram suspensos; ordem para os secretários é economizar; desde que assumiu o cargo, petista iniciou uma queda de braço com o Planalto e chamou o governo de "agiota" em relação as dívidas dos municípios

Haddad corta tudo na prefeitura de São Paulo
Haddad corta tudo na prefeitura de São Paulo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito Fernando Haddad (PT) congelou ontem todos os gastos previstos em seu governo. A ordem é economizar até que recursos possam ser liberados, sendo reforçados por transferências estaduais e federais. Até agora, foram congelados R$ 5,2 bilhões do orçamento, ou 12,3% da arrecadação estimada para este ano.

A medida atinge principalmente projetos em andamento ou prometidos pela atual gestão, como o chamado "Arco do Futuro", que prevê construção de avenidas por R$ 20 bilhões. Apenas obras que tenham dinheiro reservado em caixa, como os 66 km de corredor de ônibus já licitados, e de prioridade, especialmente nas áreas de Saúde e Educação, estão liberadas.

O governo também prevê a suspensão do pagamento de R$ 700 milhões em emendas parlamentares, além de corte de 50% em despesas internas. Por determinação de Haddad, só os secretários que tiverem verba poderão viabilizar projetos.

Desde que assumiu a prefeitura, Haddad não tem poupado o Estado e o Planalto de críticas. Ele chamou o governo de "agiota" em relação as dívidas dos municípios e não nomeou nenhum representante do partido para as 31 subprefeituras e escolheu engenheiros e arquitetos de carreira no serviço municipal.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email