Haddad: desenlace da crise depende da união dos trabalhadores

Em seu discurso no ato político organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no centro da capital paulista pelo Dia do Trabalho, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que a sociedade precisa refletir sobre o risco às conquistas dos trabalhadores nos últimos anos: "A direita se rearticulou e devemos ter consciência real da ameaça à classe trabalhadora. Mas o fato é que a direita brasileira comete sempre o mesmo erro que é subestimar a força da classe trabalhadora"

Em seu discurso no ato político organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no centro da capital paulista pelo Dia do Trabalho, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que a sociedade precisa refletir sobre o risco às conquistas dos trabalhadores nos últimos anos: "A direita se rearticulou e devemos ter consciência real da ameaça à classe trabalhadora. Mas o fato é que a direita brasileira comete sempre o mesmo erro que é subestimar a força da classe trabalhadora"
Em seu discurso no ato político organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no centro da capital paulista pelo Dia do Trabalho, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que a sociedade precisa refletir sobre o risco às conquistas dos trabalhadores nos últimos anos: "A direita se rearticulou e devemos ter consciência real da ameaça à classe trabalhadora. Mas o fato é que a direita brasileira comete sempre o mesmo erro que é subestimar a força da classe trabalhadora" (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em seu discurso no ato político organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) no centro da capital paulista pelo Dia do Trabalho, prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), disse que “o desenlace da grave crise política depende da união dos trabalhadores”.

Segundo ele, a sociedade precisa refletir sobre o risco às conquistas dos trabalhadores nos últimos anos: "A direita se rearticulou e devemos ter consciência real da ameaça à classe trabalhadora. Mas o fato é que a direita brasileira comete sempre o mesmo erro que é subestimar a força da classe trabalhadora".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email