Haddad: Lula é inocente e PT não trabalha com hipótese dele inelegível

Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo e coordenador-geral do programa de governo do PT, afirma que o partido não trabalha com a hipótese de Lula ficar inelegível por considerá-lo inocente; "Vou um pouco além dos juristas que têm se manifestado a favor do Lula e dizem que não há prova no processo. Na minha opinião, não há nem crime", afirmou; "O lulismo vai sobreviver ao Lula pela força da sua liderança", sentencia

Haddad: Lula é inocente e PT não trabalha com hipótese dele inelegível
Haddad: Lula é inocente e PT não trabalha com hipótese dele inelegível (Foto: Paulo Pinto/Agência PT)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, coordenador-geral do programa de governo do PT para a eleição e um dos nomes cotados para substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, não gosta nem de falar da possibilidade da candidatura do petista ser barrada pela Justiça. 

Em entrevista ao Estado, o ex-prefeito afirma que o PT não trabalha com a hipótese de Lula ficar inelegível por considerá-lo inocente. Para ele, seja quem for o eleito, no dia seguinte à posse todos os segmentos políticos, até mesmo a esquerda, vão ter de iniciar um processo de rearranjo.

"Temos de ter a expectativa de que o Lula possa efetivamente ser absolvido em razão da fragilidade da sentença. Ela não se sustenta. Vou um pouco além dos juristas que têm se manifestado a favor do Lula e dizem que não há prova no processo. Na minha opinião, não há nem crime", afirmou.

"O lulismo vai sobreviver ao Lula pela força da sua liderança. São 40 anos de Lula. Essa marca ele deixou", completa.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247