Haddad rebate acusação de Doria sobre rombo

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad contesta, em vídeo, a acusação de seu sucessor, João Doria (PSDB), de que ele deixou um rombo nas contas da Prefeitura, e que essa seria a explicação para a queda de nove pontos na avaliação de seu governo, segundo o Datafolha; Haddad diz ter deixado 5 bilhões e meio em caixa, quantia verificada pelo Tribunal de Contas do Município; "Infelizmente o Doria não tem sido muito leal comigo. O que também não é muita novidade porque ele não tem sido leal sequer com o Alckmin. Então acho que lealdade é uma coisa que ele deveria aprender", provoca Haddad; assista

Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad contesta, em vídeo, a acusação de seu sucessor, João Doria (PSDB), de que ele deixou um rombo nas contas da Prefeitura, e que essa seria a explicação para a queda de nove pontos na avaliação de seu governo, segundo o Datafolha; Haddad diz ter deixado 5 bilhões e meio em caixa, quantia verificada pelo Tribunal de Contas do Município; "Infelizmente o Doria não tem sido muito leal comigo. O que também não é muita novidade porque ele não tem sido leal sequer com o Alckmin. Então acho que lealdade é uma coisa que ele deveria aprender", provoca Haddad; assista
Ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad contesta, em vídeo, a acusação de seu sucessor, João Doria (PSDB), de que ele deixou um rombo nas contas da Prefeitura, e que essa seria a explicação para a queda de nove pontos na avaliação de seu governo, segundo o Datafolha; Haddad diz ter deixado 5 bilhões e meio em caixa, quantia verificada pelo Tribunal de Contas do Município; "Infelizmente o Doria não tem sido muito leal comigo. O que também não é muita novidade porque ele não tem sido leal sequer com o Alckmin. Então acho que lealdade é uma coisa que ele deveria aprender", provoca Haddad; assista (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 – O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (SP) publicou um vídeo nas redes sociais em que desmascara a acusação de seu sucessor, o atual prefeito João Doria (PSDB), de que ele teria deixado um rombo nas contas da Prefeitura.

"Infelizmente o Doria não tem sido muito leal comigo. O que também não é muita novidade porque ele não tem sido leal sequer com o Alckmin. Então acho que lealdade é uma coisa que ele deveria aprender", provocou Haddad, ao responder um seguidor de sua conta no Twitter.

"Tem tribunal de contas que já aprovou as minhas contas e a declaração do superávit está no relatório final aprovado. Deixei R$ 5,5 bilhões em caixa. Desses R$ 5,5 bilhões, R$ 2,2 bilhões comprometidos e R$ 3,3 bilhões de superávit, sendo R$ 300 milhões livres para ele (Doria) fazer o que ele quisesse no dia 2 de janeiro de 2017", detalhou Haddad.

"Então consulte o Tribunal de Contas, a agência Lupa, ligada ao UOL, que já soltou matéria a esse respeito, e você vai saber quem está mentindo e quem está falando a verdade", concluiu, conversando com o internauta que lhe perguntou sobre o assunto.

No último domingo 8, Doria colocou a culpa em Haddad pela queda de quase dez pontos na avaliação positiva de seu governo, segundo o Datafolha.

"É importante respeitar pesquisa, eu respeito pesquisa. Estamos com nove meses de gestão à frente da Prefeitura de São Paulo, sem recursos. Temos R$ 7,5 bilhões de deficit no orçamento da prefeitura. Que foi herança do PT, que nos deixou esse rombo", disse.


Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247