Homem acusado de assassinar Ana Clara é morto pela Polícia

Suspeito de matar a garotinha Ana Clara Pires Camargo, que havia desaparecido em Goiânia no último dia 17, Luis Carlos Gonçalves, de 35 anos, foi morto durante troca de tiros com policiais militares na tarde desta quarta-feira; troca de tiros aconteceu no Setor Lorena Park, em Goiânia; Luis Carlos estava sendo procurado pelas forças policiais de Goiás desde a manhã de hoje, quando o corpo da garota Ana Clara foi encontrado; em nota, a Polícia Militar confirmou a troca de tiros e a morte do suspeito

Suspeito de matar a garotinha Ana Clara Pires Camargo, que havia desaparecido em Goiânia no último dia 17, Luis Carlos Gonçalves, de 35 anos, foi morto durante troca de tiros com policiais militares na tarde desta quarta-feira; troca de tiros aconteceu no Setor Lorena Park, em Goiânia; Luis Carlos estava sendo procurado pelas forças policiais de Goiás desde a manhã de hoje, quando o corpo da garota Ana Clara foi encontrado; em nota, a Polícia Militar confirmou a troca de tiros e a morte do suspeito
Suspeito de matar a garotinha Ana Clara Pires Camargo, que havia desaparecido em Goiânia no último dia 17, Luis Carlos Gonçalves, de 35 anos, foi morto durante troca de tiros com policiais militares na tarde desta quarta-feira; troca de tiros aconteceu no Setor Lorena Park, em Goiânia; Luis Carlos estava sendo procurado pelas forças policiais de Goiás desde a manhã de hoje, quando o corpo da garota Ana Clara foi encontrado; em nota, a Polícia Militar confirmou a troca de tiros e a morte do suspeito (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Suspeito de matar a garotinha Ana Clara Pires Camargo, que havia desaparecido em Goiânia no último dia 17, Luis Carlos Gonçalves, de 35 anos, foi morto durante troca de tiros com policiais militares na tarde desta quarta-feira (22/2). A troca de tiros aconteceu no Setor Lorena Park, em Goiânia. Luis Carlos estava sendo procurado pelas forças policiais de Goiás desde a manhã de hoje, quando o corpo da garota Ana Clara foi encontrado.

Em nota, a Polícia Militar confirmou a troca de tiros e a morte do suspeito. "Durante a abordagem, o autor do homicídio cometido contra a criança Ana Clara agiu de maneira violenta contra as equipes da Polícia Militar e durante o confronto foi atingido por disparos de arma de fogo vindo a óbito no local", diz o texto.

O caso

Ana Clara havia sido vista pela última vez no início da tarde de sexta-feira (17), no Residencial Antônio Carlos Pires. Ela saiu de casa para levar um dinheiro para sua vizinha e não voltou mais. Antes disso, a menina teria sido vista conversando com alguém que estava em um veículo prata.

Depois de perceber o sumiço da menina e acionar a polícia, familiares começaram uma campanha nas redes sociais em busca de Ana Clara. Cartazes com fotos e informações sobre ela são compartilhados principalmente no Facebook.

A família pedia que quem tivesse informações sobre a menina que entrasse em contato com o padrasto de Ana Clara, o vidraceiro Cesarino Epaminondas. O número dele foi colocado nos cartazes, o que gerou a ocorrência de inúmeros trotes.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247