Homem que desejou “morte por coronavírus” a gays é preso com arma e balas

Ele mantém uma página nas redes sociais onde propaga discursos de ódio contra adversários e grupos com os quais ele antagoniza

(Foto: REUTERS/Diego Vara)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Metrópoles - Policiais Civis de Bonito (MS), cidade a 300 quilômetros de Campo Grande, prenderam, no último sábado (16/05), um homem de 41 anos acusado de desejar “morte por coronavírus” a homossexuais. Com ele, foi encontrada uma pistola calibre 380 e 51 munições. A arma era irregular.

A prisão ocorreu durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua casa. Na operação, ele foi autuado em flagrante por posse irregular de arma de fogo. A polícia apreendeu, também, dois computadores, dois celulares e um HD externo. Os aparelhos serão encaminhados à perícia, para apurar as denúncias de homofobia e discurso de ódio.

Confira a reportagem completa no site Metrópoles.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247