Homicídios no Entorno do DF têm queda de quase 50%

Redução proporcional da criminalidade foi a maior em comparação com as demais regiões do Estado de Goiás; houve  decréscimo das tentativas de homicídio, furtos e roubos a pessoas e propriedades; foram registradas 44 assassinatos no mês de abril; números são da Secretaria de Segurança Pública, que mantém no Eantorno ações de combate ao crime em conjunto com a Força Nacional de Segurança

Homicídios no Entorno do DF têm queda de quase 50%
Homicídios no Entorno do DF têm queda de quase 50%

GoiásAgora_ O Entorno do Distrito Federal apresentou a maior queda proporcional da criminalidade comparada às demais regiões goianas. Os dados são da SSPJ. No comparativo dos meses de março e abril deste ano, houve redução de quase 50% nos assassinatos. Houve ainda decréscimo das tentativas de homicídio, furtos e roubos, principalmente a transeuntes, residências, estabelecimentos comerciais e de veículos. Foram registradas 44 mortes deste tipo no mês de abril, o menor número mensal de 2013.

Veja a tabela:

O chefe do Gabinete de Gestão de Segurança (GGS) do Entorno do DF, coronel Divino Efigênio, explica que as operações integradas têm tido apoio da Força Nacional. Essas ações foram desencadeadas em cima de focos específicos. Para isso está sendo realizada a identificação dos criminosos via setor de inteligência e deflagrado um trabalho conjunto para localização e prisão dos mesmos. O Ministério Público e o Poder Judiciário também são parceiros nesse processo.

Para sanar problemas de efetivo, até que seja concluído o concurso público e contratação por meio do Serviço de Interesse Militar Voluntário, foi implementado o pagamento de horas extras aos policiais. A Força Nacional tem feito ações de recobrimento. O reforço no número de policiais via concurso será realizado até o final deste ano.

De acordo com o coronel Efigênio, o Governo de Goiás está fechando as divisas dos municípios com o DF, cumprindo mandados de prisão, buscas e apreensões. “Porque o bandido precisa entender que quem é forte nisso ai, é o Estado. O Estado tem braços armados, que são tanto a Polícia Militar quanto a Polícia Civil, que tem que fazer a defesa da sociedade”, pontua. Desde o início de 2013 foram deflagradas 353 operações policiais na região.

Veja quadro com a produtividade:

A Região do Entorno tem características específicas e difere em relação às demais áreas do Estado. O Governo de Goiás tem agido para firmar convênios e parcerias que contemplam essas especificidades, tais como o PAC do Entorno e adesão a programas do governo federal.

O chefe do GGS revela que a Região do Entorno Norte tem índices de criminalidade 60% menores do que o do Entorno Sul. Isso ocorre, porque este último concentra três rodovias federais, que funcionam como rota de fuga dos criminosos: as BRs 040, 050 e 290. Para conter a violência nessa área estão sendo realizadas ações integradas, com suporte e mapeamento do serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Justiça (SSPJ), apoio da Força Nacional com ações de recobrimento. E ainda, com respaldo do Ministério Público e do Judiciário.

Copa das Confederações

O GGS tem trabalhado no planejamento das ações de segurança relativas ao período da Copa das Confederações. Brasília será uma das cidades sede do evento que ocorrerá no próximo mês de julho. Devido a divisa do Distrito Federal e Goiás, o Governo do Estado planeja ações que contemplem os municípios de divisa e as cidades turísticas próximas ao DF.

Esse planejamento é realizado em conjunto com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). No próximo dia 21 deve ocorrer em Brasília, uma reunião do Grupo de Gestão Integrada de Segurança, envolvendo representantes do Governo de Goiás, Distrito Federal e Ministério da Justiça. Será assinado termo de cooperação entre as forças de segurança de Goiás e do DF.

(Fotos: Eduardo Ferreira)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247