Hospital de Trindade vai receber selo de certificação de qualidade

O Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin), administrado desde 2014 pelo Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), será recomendado para receber o Certificado de Qualidade Nível 1 da Organização Nacional de Acreditação (ONA); pedido será feito pelos avaliadores do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), que estiveram na unidade nesta segunda (29) e terça-feira (30/01), quando percorreram os departamentos para verificar os requisitos de qualidade assistencial e segurança para o paciente; o Hutrin passará a fazer parte de um grupo seleto de 4,61% dos 6.140 hospitais de todo o País, que possuem a acreditação

O Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin), administrado desde 2014 pelo Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), será recomendado para receber o Certificado de Qualidade Nível 1 da Organização Nacional de Acreditação (ONA); pedido será feito pelos avaliadores do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), que estiveram na unidade nesta segunda (29) e terça-feira (30/01), quando percorreram os departamentos para verificar os requisitos de qualidade assistencial e segurança para o paciente; o Hutrin passará a fazer parte de um grupo seleto de 4,61% dos 6.140 hospitais de todo o País, que possuem a acreditação
O Hospital Estadual de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin), administrado desde 2014 pelo Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), será recomendado para receber o Certificado de Qualidade Nível 1 da Organização Nacional de Acreditação (ONA); pedido será feito pelos avaliadores do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), que estiveram na unidade nesta segunda (29) e terça-feira (30/01), quando percorreram os departamentos para verificar os requisitos de qualidade assistencial e segurança para o paciente; o Hutrin passará a fazer parte de um grupo seleto de 4,61% dos 6.140 hospitais de todo o País, que possuem a acreditação (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O Hospital de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos (Hutrin), administrado desde 2014 pelo Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), será recomendado para receber o Certificado de Qualidade Nível 1 da Organização Nacional de Acreditação (ONA). O pedido será feito pelos avaliadores do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes), que estiveram na unidade nesta segunda (29) e terça-feira (30/01), quando percorreram os departamentos para verificar os requisitos de qualidade assistencial e segurança para o paciente.

Na prática, isso significa que a unidade, após a homologação da certificação, que deve ocorrer em 30 dias, passará a fazer parte de um grupo seleto de 4,61% dos 6.140 hospitais de todo o Brasil, que possuem a acreditação. A avaliadora líder do Ibes, Paula Nahas, disse que a unidade se tornou referência regional, com resultados reconhecidos. "Encontramos um hospital com amadurecimento, não apenas na gestão de processos, mas também no crescimento profissional e pessoal, com um engajamento das equipes de encantar os olhos", avaliou.

Após a visita, Paula destacou ainda que o Hutrin possui a capacidade de envolver o usuário nos processos e gerar melhorias internas, com resultados em tempo real e disponibilização dos indicadores. Também destacou a implantação do sistema de notificação informatizada, a gestão e a organização dos setores e as campanhas e metodologias de conscientização de higienização das mãos. Paula informou, ainda, que o Ibes deve retornar a unidade após oito meses para uma visita de manutenção.

Alta Complexidade - O superintendente-técnico do Instituto Gerir, José Mário Meira Teles disse que a certificação será, acima de tudo, o reconhecimento da melhoria da qualidade da assistência implementada nos últimos anos e o cumprimento das metas do Plano de Governo do Estado, traçado pelo governador Marconi Perillo. Ele ressaltou sua gratidão aos que colaboram e colaboraram com a evolução da unidade: "Quero agradecer a cada um que contribuiu neste percurso, que vai agora colocar o Hutrin neste seleto grupo de hospitais acreditados." Segundo Teles, estão previstas para este ano a implantação de dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a aquisição de um tomógrafo, além da criação de uma ala de maternidade. "Nosso objetivo é transformar o Hutrin em um hospital de alta complexidade", afirmou.

Avanços - O Hutrin conta 54 leitos de internação, sendo 19 leitos na Clínica Médica; oito na Clínica Cirúrgica, 11 na Clínica Obstétrica e 16 leitos de observação. Possui uma equipe médica reforçada no Pronto Socorro, laboratório e raio-x, além do atendimento ambulatorial e cinco equipes de cirurgias: Urologia, Mastologia, Ortopedia, Obstetrícia e Cirurgia Geral. A unidade dispõe, ainda, das especialidades de Pediatria, Psicologia, Cardiologia, Angioplastia, Nutrição, Fisioterapia e Serviço Social. Também foram implantados o Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente e a Equipe Multidisciplinar, que oferecem aos internos um acompanhamento integral.

Ainda foram criados o Código de Conduta Ética Profissional e as comissões de Ética Médica e de Enfermagem. Já o acesso aos dados do paciente tornou-se mais ágil e seguro, pois a unidade adotou o Prontuário Eletrônico de Pacientes (PEP).

Estrutura - Na parte física do Hutrin, dentre os principais avanços estão a ampliação e a reforma completa do prédio; a construção da área administrativa e de um refeitório moderno – que serve mais de 300 refeições diárias para pacientes, acompanhantes e colaboradores; a readequação das salas de internações; novas camas e televisores de led em cada enfermaria e a aquisição de novas poltronas para o repouso dos acompanhantes.

O Hutrin também investiu na ampliação e climatização das recepções, no reforço da segurança patrimonial, no monitoramento de entrada e saída de veículos e em uma estrutura moderna da farmácia e implantação do Programa de Tratamento dos Resíduos Sólidos.

ESTADO - O Governo de Goiás investiu na assistência à saúde da população, que deu um salto qualitativo com a administração dos hospitais estaduais em parcerias com o terceiro setor - as organizações sociais em saúde (OSS). Atualmente, 17 unidades são administradas por OSS. Após a mudança, as unidades passaram por melhorias em suas instalações, com reformas e ampliações, além de aumento no volume e qualidade de serviços ofertados. Como resultado, essas unidades tem recebido a certificação de qualidade junto à Organização Nacional de Acreditação – ONA.

Atualmente, quatro hospitais do Estado possuem a acreditação - Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer), Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT) e Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (HUGO).

Acreditação - A Organização Nacional de Acreditação (ONA) é membro da maior entidade de acreditação de serviços de saúde no mundo, a International Society for Quality in Health Care, a ISQua. O título é concedido às instituições de saúde que cumprem rigorosos protocolos para a segurança do paciente. A organização tem por objetivo promover um processo constante de avaliação e aprimoramento nos serviços de saúde, tendo como foco a melhoria da qualidade da assistência no País.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247