Humberto Costa: ‘o povo não esqueceu tudo o que Lula fez pelos mais pobres’

Líder da oposição ao governo Michel Temer no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que a pesquisa divulgada nessa quarta-feira (15) pelo Instituto CNT/MDA apontando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na liderança em todos os cenários de 1º e 2º turno, para as eleições de 2018, "é a comprovação de que o ex-presidente mudou a vida de milhares de brasileiros para melhor"; "O povo não esqueceu tudo que Lula fez pelos mais pobres", disse; na pesquisa estimulada para o 1º turno, Lula aparece com 30,5%, quase o triplo da segunda colocada, Marina Silva, que ficou com 11,8%

Comissão de Assuntos Sociais (CAS) realiza reunião para apreciação do projeto que autoriza o uso da fosfoetanolamina por pacientes com câncer. À bancada, senador Humberto Costa (PT-PE). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Comissão de Assuntos Sociais (CAS) realiza reunião para apreciação do projeto que autoriza o uso da fosfoetanolamina por pacientes com câncer. À bancada, senador Humberto Costa (PT-PE). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado (Foto: Leonardo Lucena)

Pernambuco 247 - O líder da oposição ao governo Michel Temer no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que a pesquisa divulgada nessa quarta-feira (15) pelo Instituto CNT/MDA apontando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na liderança em todos os cenários de 1º e 2º turno, para as eleições de 2018, "é a comprovação de que o ex-presidente mudou a vida de milhares de brasileiros para melhor". "O povo não esqueceu tudo que Lula fez pelos mais pobres", disse - a pesquisa foi feita de 8 a 11 de fevereiro, em 138 municípios, de 25 unidades federativas, e tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na pesquisa estimulada para o 1º turno, Lula aparece com 30,5%, quase o triplo da segunda colocada, Marina Silva, que ficou com 11,8%, seguida pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), com 11,6%. O senador Aécio Neves (PSDB), articulador do golpe, aparece em terceiro, com 10,1%. Ciro Gomes (PDT) vem em quarto lugar, com 5%; Michel Temer tem apenas 3,7% de intenções. No 2º turno, o menor percentual que Lula alcança é de 38,9%. 

Na espontânea, Lula tem 16,6% de intenção de voto, seguido por Bolsonaro (6,5%), Aécio Neves (2,2%) e Marina Silva (1,8%). O instituto também imaginou seis cenários para o 2º turno, Lula aparece em três deles e vence todos eles. "Mesmo faltando um ano e meio para as eleições de 2018, a pesquisa comprova que o ex-presidente é o favorito para vencer o pleito. Eles estão querendo destruir Lula, mas estão conseguindo exatamente o contrário, que é fortalecê-lo", afirmou Costa.

Segundo o parlamentar, a tendência é exatamente é de crescimento de Lula nas pesquisas. "Quanto mais próximos chegamos das eleições de 2018, mais o ex-presidente Lula vai crescendo e a sua candidatura vai se tornando cada vez mais forte. As mudanças, sociais e econômicas que as gestões do PT implementaram no Brasil não foram esquecidas pela população. Precisamos percorrer todos os estados e mostrar como o País mudou para melhor com Lula", disse Costa.

A mesma pesquisa mostrou que a aprovação do presidente Michel Temer caiu para 10,3%, ante 14,6% em outubro de 2016. Já a avaliação negativa do governo subiu de 36,7% para 44,1%. A desaprovação do modo de governar de Temer passou de 51,4% para 62,4% (leia mais).

Outro levantamento, feita pelo Instituto Paraná Pesquisas, com exclusividade para o 247, apontou que 42,7% dos brasileiros consideram que Lula vem sendo alvo de perseguição movida pelo Poder Judiciário e pelos meios de comunicação.

"É um percentual extremamente alto, que revela que até não eleitores de Lula enxergam exageros contra ele", diz Murilo Hidalgo, diretor do instituto (leia mais aqui).

 


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247