Ibama concede licença prévia para estaleiro EISA

Depois de uma longa espera o Ibama concedeu a Licença Prévia para construção do Estaleiro EISA no município de Coruripe, litoral Sul de Alagoas. O anúncio de que a autorização seria concedida foi feita na semana passada pelo presidente da Comissão de Infraestrututra do Senado, Fernando Collor (PTB-AL). Para Collor, o estaleiro representa um grande investimento para todo o Estado. “Abre-se uma porta para um processo de industrialização em que Alagoas ingressa. O desdobramento será enorme. Muitas pequenas indústrias serão instaladas no entorno do estaleiro. Tudo isso está sendo alcançado graças à presidenta Dilma”, avaliou o senador.

Ibama concede licença prévia para estaleiro EISA
Ibama concede licença prévia para estaleiro EISA

Alagoas247 - O presidente do Ibama, Volney Zanardi Júnior, assinou nesta terça-feira (15), a Licença Prévia para o Estaleiro EISA, a ser construído no município de Coruripe, em Alagoas. Na semana passada, o presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, Fernando Collor de Melo (PTB), anunciou em primeira mão que a licença seria obtida. Após realização do Estudo de Impacto Ambiental (EIA), o Ibama constatou que o empreendimento deveria ser realizado em outro local no município para diminuir os impactos na região. Foi sugerido um lugar com menos interferência na atividade extrativista no manguezal, e na atividade pesqueira da região. 

O anúncio veio após comunicado da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que telefonou para Collor e informou sobre análise do comitê gestor. "Tenho a honra de anunciar, em primeiríssima mão, enquanto presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado Federal, que estarei acompanhando esta análise do comitê gestor do Ibama. Em seguida, o licenciamento será aprovado, para a alegria de todos os alagoanos e daqueles que trabalham por dias melhores para Alagoas”, anunciou o senador em entrevista a Rádio Gazetaweb. 

Além disso, a nova localização proposta para o estaleiro e aprovada hoje pelo Ibama resultou em menor interferência em área urbana, com menos alterações na paisagem e na redução do volume de dragagem de 3,5 milhões de metros cúbicos de sedimentos para 770 mil m³. Houve ainda uma melhoria em relação ao projeto originalmente apresentado no EISA referente a condições mais favoráveis de aproveitamento do espaço disponível para o pátio industrial, com aumento das linhas de produção para grandes embarcações – passam a ser três linhas, ao invés de duas e cria-se mais três linhas de produção específicas, para embarcações militares, embarcações de apoio e embarcações especiais.

Ainda na entrevista, Collor destacou a importância do investimento, principalmente para a região Sul de Alagoas. 

“Será um grande investimento para todo o Estado, já que não apenas a região Sul será beneficiada. Abre-se uma porta para um processo de industrialização em que Alagoas ingressa. O desdobramento será enorme. Muitas pequenas indústrias serão instaladas no entorno do estaleiro, gerando emprega e renda, qualificando a mão de obra, melhorando a mobilidade urbana e a qualidade de vida de todos. Tudo isso está sendo alcançado graças à presidenta Dilma, sempre solícita às nossas demandas”, avaliou o senador Collor.

Com gazetaweb.com e assessoria

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247