Identificado autor de disparo na caravana de Lula em Salvador

"Enquanto boa parte do mundo tinha os olhos voltados para o terrível ataque em Barcelona, um grupo fascistoide aguardava Lula em Salvador. Se o propósito era o de um atentado, em breve saberemos. A verdade é que alguns deles estavam armados e pelo menos dois efetuaram disparam. Cinco foram detidos", escreve Mauro Donato, no Diário do Centro do Mundo; Adjalbas Pereira, identificado pela polícia como um dos autores de disparo, afirmou ser militar; em 2010 ele foi candidato a deputado estadual pelo PSC, mesmo partido do deputado Jair Bolsonaro (RJ); o 'militar' baiano teve pouco mais de 600 votos

"Enquanto boa parte do mundo tinha os olhos voltados para o terrível ataque em Barcelona, um grupo fascistoide aguardava Lula em Salvador. Se o propósito era o de um atentado, em breve saberemos. A verdade é que alguns deles estavam armados e pelo menos dois efetuaram disparam. Cinco foram detidos", escreve Mauro Donato, no Diário do Centro do Mundo; Adjalbas Pereira, identificado pela polícia como um dos autores de disparo, afirmou ser militar; em 2010 ele foi candidato a deputado estadual pelo PSC, mesmo partido do deputado Jair Bolsonaro (RJ); o 'militar' baiano teve pouco mais de 600 votos
"Enquanto boa parte do mundo tinha os olhos voltados para o terrível ataque em Barcelona, um grupo fascistoide aguardava Lula em Salvador. Se o propósito era o de um atentado, em breve saberemos. A verdade é que alguns deles estavam armados e pelo menos dois efetuaram disparam. Cinco foram detidos", escreve Mauro Donato, no Diário do Centro do Mundo; Adjalbas Pereira, identificado pela polícia como um dos autores de disparo, afirmou ser militar; em 2010 ele foi candidato a deputado estadual pelo PSC, mesmo partido do deputado Jair Bolsonaro (RJ); o 'militar' baiano teve pouco mais de 600 votos (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - "Enquanto boa parte do mundo tinha os olhos voltados para o terrível ataque em Barcelona, um grupo fascistoide aguardava Lula em Salvador. Se o propósito era o de um atentado, em breve saberemos. A verdade é que alguns deles estavam armados e pelo menos dois efetuaram disparam. Cinco foram detidos", escreve Mauro Donato, no Diário do Centro do Mundo (DCM).

Adjalbas Pereira, identificado pela polícia como um dos autores de disparo, afirmou ser militar.

"É um notório anti-Lula, anti-PT. Mas, sobretudo, é um maluco favorável à intervenção militar e que agora precisa ser mantido sob vigilância. Afinal de contas, mostrou do que é capaz. Já no ano passado, mais precisamente no dia 31 de julho, ele também estava num ato contra Dilma Rousseff, no Farol da Barra em Salvador, com outra centena de desmiolados com roupas camufladas, portando uma faixa com a inscrição 'Intervenção Militar', que foi recolhida por agentes municipais", lembra Donato.

Em 2010 Adjalbas Pereira foi candidato a deputado estadual pelo PSC (Partido Social Cristão), mesmo partido do deputado Jair Bolsonaro (RJ). O 'militar' baiano teve pouco mais de 600 votos.

Leia mais no DCM.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247