Indústrias vão aquecer economia da Bahia em 2014

Grandes fábricas que estão em construção vão começar suas operações este ano; destaques são a indústria do grupo O Boticário, a montadora JAC Motors, o polo acrílico da Basf (na foto) e a nova fábrica de motores da Ford; expectativa é que o PIB industrial do Estado continue avançando mais que a média do crescimento brasileiro

Grandes fábricas que estão em construção vão começar suas operações este ano; destaques são a indústria do grupo O Boticário, a montadora JAC Motors, o polo acrílico da Basf (na foto) e a nova fábrica de motores da Ford; expectativa é que o PIB industrial do Estado continue avançando mais que a média do crescimento brasileiro
Grandes fábricas que estão em construção vão começar suas operações este ano; destaques são a indústria do grupo O Boticário, a montadora JAC Motors, o polo acrílico da Basf (na foto) e a nova fábrica de motores da Ford; expectativa é que o PIB industrial do Estado continue avançando mais que a média do crescimento brasileiro (Foto: José Barbacena)

Bahia247 - A economia baiana promete sofrer impactos positivos em 2014. É que grandes indústrias e fábricas vão se instalar e entrar em operação no Estado neste ano. Os destaques são a fábrica do grupo O Boticário, a montadora JAC Motors, o polo acrílico da Basf e a nova fábrica de motores da Ford.

"Estamos convencidos que o PIB do Estado continuará avançando além da média do crescimento brasileiro, especificamente o PIB industrial", afirmou ao Portal A Tarde o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Reinaldo Sampaio.

A fábrica do Boticário já entra em operação em junho. A capacidade de produção é de 30 milhões de itens de perfumaria por ano. Ao todo, o grupo está investindo R$ 535 milhões na Bahia - R$ 380 milhões na fábrica e R$ 155 milhões em um centro de distribuição em São Gonçalo dos Campos.

O complexo acrílico da Basf está em construção em Camaçari e emprega 3 mil trabalhadores. Em 2014, a fábrica estará em fase de término das construções e início da montagem mecânica e elétrica.  Após a finalização, mais de 230 empregos diretos e 600 indiretos serão gerados. A produção comercial começa em 2015.

(com informações do portal A Tarde)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247