Influenciadora Romagaga acusa Tinder de transfobia: “usam a bandeira LGBT, mas excluem transexuais”

Denúncia contra o aplicativo de paquera foi um dos assuntos mais comentados do Twitter neste domingo com a hashtag #TinderTransfóbico

Romagaga
Romagaga (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - A influenciadora digital Romagaga, famosa na comunidade LGBT+, publicou um vídeo em suas redes sociais na madrugada deste domingo (12) acusando o aplicativo de paquera Tinder de transfobia. Denúncia está entre os assuntos mais comentados do Twitter.

De acordo com Romagaga, o aplicativo usa a bandeira LGBT+ como forma de se promover, mas exclui o cadastro de pessoas trans da plataforma. Ela diz que já passou pela situação e, após o seu relato, outras pessoas transexuais afirmaram no Twitter que também foram banidos do aplicativo.

“Quem me acompanha sabe que essa luta vem desde 2018, só que agora não dá, gente. É muita hipocrisia. Eu estou indignada”, disse a influenciadora. “Tentei de várias formas denunciar essa atitude transfóbica do Tinder, tentei mostrar várias vezes, mas infelizmente a militância desse bando de viados é falsa. Tá lá o Tinder usando a bandeira LGBT, usando a causa, se promovendo, sendo que nós, trans, não temos o direito de estar no aplicativo”, continuou.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email