Investigação aponta fraude de R$ 20 mi em Uaitecs sob Anastasia

Apuração da Controladoria-Geral de Minas Gerais aponta fraude de aproximadamente R$ 20 milhões na implantação das escolas técnicas Uaitecs durante a gestão do tucano Antonio Anastasia (2011-2014); braço direito de Aécio Neves, Anastasia é relator na Comissão do impeachment de Dilma Rousseff no Senado; o programa estava sob responsabilidade do então secretário de Ciência e Tecnologia e ex-presidente do PSDB de Minas Narcio Rodrigues, preso há um mês na Operação "Aequalis"

Apuração da Controladoria-Geral de Minas Gerais aponta fraude de aproximadamente R$ 20 milhões na implantação das escolas técnicas Uaitecs durante a gestão do tucano Antonio Anastasia (2011-2014); braço direito de Aécio Neves, Anastasia é relator na Comissão do impeachment de Dilma Rousseff no Senado; o programa estava sob responsabilidade do então secretário de Ciência e Tecnologia e ex-presidente do PSDB de Minas Narcio Rodrigues, preso há um mês na Operação "Aequalis"
Apuração da Controladoria-Geral de Minas Gerais aponta fraude de aproximadamente R$ 20 milhões na implantação das escolas técnicas Uaitecs durante a gestão do tucano Antonio Anastasia (2011-2014); braço direito de Aécio Neves, Anastasia é relator na Comissão do impeachment de Dilma Rousseff no Senado; o programa estava sob responsabilidade do então secretário de Ciência e Tecnologia e ex-presidente do PSDB de Minas Narcio Rodrigues, preso há um mês na Operação "Aequalis" (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma investigação da Controladoria-Geral de Minas Gerais apontou fraude de aproximadamente R$ 20 milhões na implantação das escolas técnicas Uaitecs durante a gestão do tucano Antonio Anastasia (2011-2014).

Braço direito de Aécio Neves, Anastasia é relator na Comissão do impeachment de Dilma Rousseff no Senado.

O programa estava sob responsabilidade do então secretário de Ciência e Tecnologia e ex-presidente do PSDB de Minas Narcio Rodrigues, preso há um mês na Operação "Aequalis".

As investigações apontam sobre preço de mercadorias e serviços não realizados.

Leia aqui reportagem de José Marques sobre o assunto.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247