Investigação da morte de idoso espancado em show de Fábio Jr aponta divergências

Uma fila furada pode ser o motivo da confusão, de acordo com a polícia

www.brasil247.com -


247 - A Polícia Civil de São Paulo segue investigando o caso de idoso morto em show de Fábio Jr em Sorocaba, no interior do estado. O inquérito apontou divergências em depoimentos prestados por testemunhas e pelo principal suspeito do crime. O fato questionado pela polícia é que o suposto responsável pela morte do idoso, Leandro Luiz Manrique, teria pisado na cabeça da vítima, sendo que em outro depoimento, outra testemunha informou que a agressão não ocorreu. A reportagem é do portal Na Telinha.

Segundo a TV Tem, três pessoas afirmaram que o idoso morto, Antônio Carlos Juliano, de 63 anos, sofreu uma queda e bateu a cabeça depois de levar um soco de Leandro. Contudo as testemunhas negam que o suposto criminoso havia pisado na cabeça da vítima. O fato ocorreu no final de julho, depois que o idoso foi espancado durante um show de Fábio Jr, realizado no Clube de Campo de Sorocaba. Após as agressões, Antônio foi enviado para uma unidade médica, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o boletim de ocorrência do caso, os oficiais constaram que o suspeito da violência foi Leandro Luiz Manrique, que também estava ferido. Ele teria dito à polícia que tinha sido empurrado pela vítima e, por isso, revidou com a agressão. A investigação averiguou que Antônio tentou furar fila de pessoas que tentavam entrar no camarim do cantor para tirar uma foto.

Segundo o boletim de ocorrência do caso, os oficiais constaram que o suspeito da violência foi Leandro Luiz Manrique, que também estava ferido. Ele teria dito à polícia que tinha sido empurrado pela vítima e, por isso, revidou com a agressão. A investigação averiguou que Antônio tentou furar fila de pessoas que tentavam entrar no camarim do cantor para tirar uma foto.

O idoso chegou a ser vaiado por causa da atitude e, num momento de estresse, partiu pra cima de Leandro, diferente de outra versão que aponta que o suspeito que teria empurrado Antônio primeiro. Na agressão, o idoso caiu com a cabeça no chão e morreu em seguida. Uma testemunha também teria afirmado que Antônio era antigo sócio do clube e estava acompanhado da esposa no show. Já Leandro foi preso momentos depois do ocorrido e a Justiça determinou que o suspeito continue na cadeia.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email