Isidório vai ao MPF contra 'perversões da Globo'

"Ex-homossexual, ex-bandido, ex-drogado e ex-aidético", o deputado Pastor Sargento Isidório entrou com ação no Ministério Público contra a Rede Globo pelas "perversões e tentativas de destruição do conceito familiar" e faz críticas à novela Babilônia, sobre o beijo lésbico de Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro; "Não é só o beijo. É cena de violência, é filha dando tapa na cara de mãe, é filho mandando pai tomar naquele lugar. A mulher largou o marido, aí o marido se preocupa pensando que é com outro, mas não, ela está se pegando com outra. Vai botar barata para ralar uma na outra. O marido largou a mulher, aí a mulher sai procurando com as colegas e quando chega lá ele quer cobra com cobra"

"Ex-homossexual, ex-bandido, ex-drogado e ex-aidético", o deputado Pastor Sargento Isidório entrou com ação no Ministério Público contra a Rede Globo pelas "perversões e tentativas de destruição do conceito familiar" e faz críticas à novela Babilônia, sobre o beijo lésbico de Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro; "Não é só o beijo. É cena de violência, é filha dando tapa na cara de mãe, é filho mandando pai tomar naquele lugar. A mulher largou o marido, aí o marido se preocupa pensando que é com outro, mas não, ela está se pegando com outra. Vai botar barata para ralar uma na outra. O marido largou a mulher, aí a mulher sai procurando com as colegas e quando chega lá ele quer cobra com cobra"
"Ex-homossexual, ex-bandido, ex-drogado e ex-aidético", o deputado Pastor Sargento Isidório entrou com ação no Ministério Público contra a Rede Globo pelas "perversões e tentativas de destruição do conceito familiar" e faz críticas à novela Babilônia, sobre o beijo lésbico de Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro; "Não é só o beijo. É cena de violência, é filha dando tapa na cara de mãe, é filho mandando pai tomar naquele lugar. A mulher largou o marido, aí o marido se preocupa pensando que é com outro, mas não, ela está se pegando com outra. Vai botar barata para ralar uma na outra. O marido largou a mulher, aí a mulher sai procurando com as colegas e quando chega lá ele quer cobra com cobra" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Defensor ferrenho do modelo tradicional de família (homem, mulher e filhos), o deputado Pastor Sargento Isidório (PSC), que se declara "ex-homossexual, ex-bandido, ex-drogado e ex-aidético", entrou com sua segunda ação no Ministério Público Federal (MPF) contra a Rede Globo. 

Ele afirma que é "contra as perversões e tentativas de destruição do conceito familiar que a Rede Globo vem fazendo contra nossa nação" e faz críticas à novela Babilônia, destacando o beijo lésbico protagonizado por Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro.

O deputado comentou que a cena entre as atrizes, assim como os momentos de violência, prejudicam a educação dada pelos pais aos filhos.

"Por que não mostra um relacionamento onde o marido ama a esposa, lava prato, ajuda a fazer a faxina e não trai a esposa? Por que não mostra? A Rede Globo quer tornar esse país um brega, uma prostituição, uma vagabundagem? É o que está fazendo!", disse Isidório em entrevista ao site Bahia Notícias.

Ele ressalta que as críticas são compartilhadas por pessoas de diferentes religiões e disse que a Globo deveria priorizar a exibição de programas com conteúdo educativo. O deputado diz ainda que há outros tipos de "degradação" dos valores morais nas novelas.

"Não é só o beijo. É cena de violência, é filha dando tapa na cara de mãe, é filho mandando pai tomar naquele lugar de duas letras... A mulher largou o marido, aí o marido se preocupa pensando que é com outro, mas não, ela está se pegando com outra. Vai botar barata para ralar uma na outra. O marido largou a mulher, aí a mulher sai procurando com as colegas e quando chega lá ele quer cobra com cobra, ele quer virar mágico, engolir cobra".

Isidório também disse que a exibição desse tipo de cena na novela pede intervenção do ministro da Justiça, do ministro da Educação e da presidente Dilma Rousseff, caso contrário, "nação vai continuar descendo ladeira abaixo". "Não tem jeito não, é Bíblia!".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247