Jackson avisa que não coordenará campanha de Zezinho

O governador Jackson Barreto afirmou ontem durante a plenária do PMDB, que lançou a pré-candidatura de Zezinho Sobral a prefeito de Aracaju, que não será coordenador da campanha do aliado, embora tenha afirmado que é seu amigo leal e que estará onde ele estiver; “Vou dar a minha contribuição, mas agora tenho a responsabilidade de governar o estado”, disse; Jackson afirmou que Zezinho vem mostrando grande capacidade de mobilização, além de ter sido um grande gestor, e pediu a participação de todos do PMDB no fortalecimento da candidatura do partido

O governador Jackson Barreto afirmou ontem durante a plenária do PMDB, que lançou a pré-candidatura de Zezinho Sobral a prefeito de Aracaju, que não será coordenador da campanha do aliado, embora tenha afirmado que é seu amigo leal e que estará onde ele estiver; “Vou dar a minha contribuição, mas agora tenho a responsabilidade de governar o estado”, disse; Jackson afirmou que Zezinho vem mostrando grande capacidade de mobilização, além de ter sido um grande gestor, e pediu a participação de todos do PMDB no fortalecimento da candidatura do partido
O governador Jackson Barreto afirmou ontem durante a plenária do PMDB, que lançou a pré-candidatura de Zezinho Sobral a prefeito de Aracaju, que não será coordenador da campanha do aliado, embora tenha afirmado que é seu amigo leal e que estará onde ele estiver; “Vou dar a minha contribuição, mas agora tenho a responsabilidade de governar o estado”, disse; Jackson afirmou que Zezinho vem mostrando grande capacidade de mobilização, além de ter sido um grande gestor, e pediu a participação de todos do PMDB no fortalecimento da candidatura do partido (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador Jackson Barreto afirmou ontem durante a plenária do PMDB, que lançou a pré-candidatura de Zezinho Sobral a prefeito de Aracaju, que não será coordenador da campanha do aliado, embora tenha afirmado que é seu amigo leal e que estará onde ele estiver. “Vou dar a minha contribuição, mas agora tenho a responsabilidade de governar o estado”, disse.

Jackson afirmou que Zezinho vem mostrando grande capacidade de mobilização, além de ter sido um grande gestor, e pediu a participação de todos do PMDB no fortalecimento da candidatura do partido. “Convocamos essa reunião para dizer aos companheiros que não se ganha eleição fazendo uma reunião dessas, batendo palmas e dizendo que Zezinho é o melhor. A reunião está sendo convocada para mostrar a cada companheiro a sua responsabilidade. Se quer uma candidatura do PMDB a prefeito, todo mundo tem que trabalhar”, alertou o governador.

JB disse que Zezinho precisa mostrar a sua qualificação como gestor, porque a população acha que todos os políticos são iguais, e pede um nome novo na disputa. “Tiro o chapéu para o trabalho que você fez na saúde, você foi uma revelação, por onde passou demonstrou capacidade de trabalho, articulação, competência e capacidade de fazer amizade”, afirmou.

O governador criticou a gestão do prefeito João Alves Filho (DEM) em Aracaju. Segundo ele, a prefeitura não olha para os bairros. “Não conheço uma obra dessa administração na periferia. Existem convênios com recursos em caixa, mas o governo não tem governo em Aracaju”, disse.

Abaixo texto de Rita Oliveira, do Jornal do Dia, sobre o evento do PMDB:

Aconteceu ontem à noite, em um hotel da orla, o pré-lançamento da pré-candidatura de Zezinho Sobral (PMDB) a prefeito de Aracaju. O ato, bastante concorrido, contou com as presenças do governador Jackson Barreto (PMDB), do vice-governador Belivaldo Chagas (PSB), dos deputados estaduais Luciano Bispo, Garibalde Mendonça e Zezinho Guimarães, prefeitos e outras lideranças políticas.

No ato político, organizado pelo PMDB de Sergipe, presidido por João Augusto Gama, e o Diretório Municipal, presidido por Garibalde Mendonça, também houve o pré-lançamento dos 36 pré-candidatos a vereador de Aracaju. Entre eles, os dois vereadores Dr. Gonzaga e Bigode.

O clima foi de euforia pelo crescimento da pré-candidatura de Zezinho nos últimos 30 dias, quando se desincompatibilizou do cargo de secretário da Saúde para trabalhar pela viabilidade do seu nome.

Zezinho, em seu discurso, deixou claro que sua pré-candidatura é para valer. Disse que era necessário conhecer os problemas da cidade e criar um programa de governo que permita que Aracaju volte às condições que sempre teve. Ressaltou que o PMDB será o protagonista dessas ações por ser um grande partido, ter o governo do Estado, quatro deputados estaduais, um deputado federal e vários prefeitos, e lançar um nome novo e com perfil de gestor.

Em seu discurso, Jackson Barreto afirmou que se o PMDB deseja uma candidatura própria com o nome de Zezinho Sobral todos terão que ir para as ruas trabalhar. Disse para não colocarem a responsabilidade da pré-candidatura de Zezinho nas suas costas, por não ter mais condições de ir às ruas fazer campanha como antes pelo compromisso de governar o estado, principalmente nesse momento de crise econômica.

Apelou para que cada um dos peemedebistas ali presentes e simpatizantes se organizem, façam mobilizações, chamem Zezinho para os movimentos sociais, as comunidades e os sindicatos. “Cada um tem de dar a sua contribuição, não é sair daqui, ir embora para casa e pronto. Tem que tornar o nome de Zezinho viável e criar as formas para ele chegar ao povo”, alertou.

Ressaltou que as redes sociais, principalmente o whatsApp, são importantes ferramentas nesse mundo moderno para ajudar o candidato do PMDB, mostrar que representa o novo e é um bom gestor. “Os coordenadores da sua campanha seremos todos nós, se assumirmos responsabilidades. Não coloquem para minha responsabilidade exclusiva a pré-candidatura de Zezinho. Vou dar a minha contribuição, mas tenho que cuidar do estado”, reafirmou mais uma vez, lembrando que o momento é de crise financeira.

JB finalizou o discurso alertando os peemedebistas a fazerem uma campanha com “respeito” aos aliados, sem qualquer tipo de “esculhambação”. Lembrou que não pode ficar sequelas para que todos do seu bloco político possam estar juntos no segundo turno.

Quem assistiu ontem ao pré-lançamento da candidatura de Zezinho Sobral às vésperas do 1º de maio, saiu com a certeza que ele é o candidato do governador a prefeito de Aracaju e que todo o PMDB está unido no seu nome.

Trocando em miúdos, espere quem quiser pelo apoio de Jackson Barreto a prefeito da capital em maio. Será em vão…

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email