Janot discorda da PF e pede para arquivar caso Anastasia

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não seguiu a recomendação da Polícia Federal, que disse ter descoberto novos indícios de envolvimento do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) no esquema do doleiro Alberto Youssef, e sugeriu o arquivamento do caso em que ele foi acusado por um ex-policial de receber propina de R$ 1 milhão; a decisão sobre o arquivamento terá que ser tomada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, mas a tendência é o seu arquivamento

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não seguiu a recomendação da Polícia Federal, que disse ter descoberto novos indícios de envolvimento do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) no esquema do doleiro Alberto Youssef, e sugeriu o arquivamento do caso em que ele foi acusado por um ex-policial de receber propina de R$ 1 milhão; a decisão sobre o arquivamento terá que ser tomada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, mas a tendência é o seu arquivamento
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não seguiu a recomendação da Polícia Federal, que disse ter descoberto novos indícios de envolvimento do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) no esquema do doleiro Alberto Youssef, e sugeriu o arquivamento do caso em que ele foi acusado por um ex-policial de receber propina de R$ 1 milhão; a decisão sobre o arquivamento terá que ser tomada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, mas a tendência é o seu arquivamento (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não seguiu a recomendação da Polícia Federal, que disse ter descoberto novos indícios de envolvimento do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) no esquema do doleiro Alberto Youssef, e sugeriu o arquivamento do caso em que ele foi acusado por um ex-policial de receber propina de R$ 1 milhão.

A PF havia informado que recebeu denúncia de um cidadão, pela qual foram transmitidas informações sobre endereço onde supostamente teria sido entregue dinheiro a Anastasia, numa casa em Belo Horizonte ligada a eventos de campanha do PSDB.

Agora, a decisão sobre o arquivamento terá que ser tomada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, mas a tendência é o seu arquivamento.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247