Janot pede arquivamento de inquérito no STF sobre Serra, Marta e Kassab

Investigação se refere ao período em que cada um deles esteve à frente da Prefeitura de São Paulo; o Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo (Aprofem) questiona suposta violação à lei municipal ao não ser concedido aumento nominal para a categoria em quase 10 anos

Investigação se refere ao período em que cada um deles esteve à frente da Prefeitura de São Paulo; o Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo (Aprofem) questiona suposta violação à lei municipal ao não ser concedido aumento nominal para a categoria em quase 10 anos
Investigação se refere ao período em que cada um deles esteve à frente da Prefeitura de São Paulo; o Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo (Aprofem) questiona suposta violação à lei municipal ao não ser concedido aumento nominal para a categoria em quase 10 anos (Foto: Roberta Namour)

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhou nesta quinta-feira (23) ao Supremo Tribunal Federal (STF) recomendação para que seja arquivada investigação que cita o ministro das Relações Exteriores (PSDB-SP), José Serra, o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD-SP), e a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP).

A investigação se refere ao período em que cada um deles esteve à frente da Prefeitura de São Paulo. O Sindicato dos Professores e Funcionários Municipais de São Paulo (Aprofem) questiona suposta violação à lei municipal ao não ser concedido aumento nominal para a categoria em quase 10 anos.

O relator do caso no Supremo é o ministro Luiz Edson Fachin, que decidirá se arquiva ou não o caso.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247