Jaques Wagner: “A verdade sobre o impeachment é cristalina”

Ex-ministro da Casa Civil da presidente eleita Dilma Rousseff, Jaques Wagner afirmou nesta segunda-feira, 27, que a confissão da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), líder do governo interino no Senado que disse que "não teve esse negócio de pedaladas", só reforça que o que o há em curso no Brasil é um golpe; "A verdade sempre aparece, nem que seja por vias tortas", disse Wagner em sua conta no Twitter; "E a verdade sobre o impeachment é tão cristalina q nem mesmo os q votaram por ele conseguem esconder q o q ocorre no Brasil é um golpe", acrescentou

Ex-ministro da Casa Civil da presidente eleita Dilma Rousseff, Jaques Wagner afirmou nesta segunda-feira, 27, que a confissão da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), líder do governo interino no Senado que disse que "não teve esse negócio de pedaladas", só reforça que o que o há em curso no Brasil é um golpe; "A verdade sempre aparece, nem que seja por vias tortas", disse Wagner em sua conta no Twitter; "E a verdade sobre o impeachment é tão cristalina q nem mesmo os q votaram por ele conseguem esconder q o q ocorre no Brasil é um golpe", acrescentou
Ex-ministro da Casa Civil da presidente eleita Dilma Rousseff, Jaques Wagner afirmou nesta segunda-feira, 27, que a confissão da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), líder do governo interino no Senado que disse que "não teve esse negócio de pedaladas", só reforça que o que o há em curso no Brasil é um golpe; "A verdade sempre aparece, nem que seja por vias tortas", disse Wagner em sua conta no Twitter; "E a verdade sobre o impeachment é tão cristalina q nem mesmo os q votaram por ele conseguem esconder q o q ocorre no Brasil é um golpe", acrescentou (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Ex-ministro da Casa Civil da presidente eleita Dilma Rousseff, Jaques Wagner afirmou nesta segunda-feira, 27, que a confissão da senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), líder do governo interino no Senado, só reforça que o que o há em curso no Brasil é um golpe. 

"A verdade sempre aparece, nem que seja por vias tortas", disse Wagner em sua conta no Twitter, ao compartilhar imagem com as declarações da membro da Comissão de Orçamento do Senado sobre as "pedaladas fiscais". "Não teve esse negócio de pedaladas. Nada disso", disse Rose (leia mais).

"E a verdade sobre o impeachment é tão cristalina q nem mesmo os q votaram por ele conseguem esconder q o q ocorre no Brasil é um golpe", acrescentou.

Em outro tweet, Wagner lembrou que outras confissões sobre a natureza golpista do impeachment contra Dilma Roussef já haviam sido feitas pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR), e pelo próprio interino Michel Temer, quando afirmou que havia vetado o uso de aviões da FAB pela presidente porque ela iria andar pelo País "denunciando o golpe". 

 

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247