Jarbas: Cunha faz deboche e queda é questão de tempo

Deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) avalia que as contínuas declarações feitas pelo presidente da Câmara de que não irá renunciar ao cargo, apesar das provas de que mantém contas secretas no exterior e de seu envolvimento na Lava Jato, podem ser encaradas como deboche e ato de cinismo; "Ele, com o cinismo que lhe é peculiar, debocha das instituições do País quando adota essa postura de se reafirmar no cargo o tempo todo", afirmou; "Se ele pensa que irá continuar no cargo, ele está errado. É uma questão de tempo", completou

Deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) avalia que as contínuas declarações feitas pelo presidente da Câmara de que não irá renunciar ao cargo, apesar das provas de que mantém contas secretas no exterior e de seu envolvimento na Lava Jato, podem ser encaradas como deboche e ato de cinismo; "Ele, com o cinismo que lhe é peculiar, debocha das instituições do País quando adota essa postura de se reafirmar no cargo o tempo todo", afirmou; "Se ele pensa que irá continuar no cargo, ele está errado. É uma questão de tempo", completou
Deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) avalia que as contínuas declarações feitas pelo presidente da Câmara de que não irá renunciar ao cargo, apesar das provas de que mantém contas secretas no exterior e de seu envolvimento na Lava Jato, podem ser encaradas como deboche e ato de cinismo; "Ele, com o cinismo que lhe é peculiar, debocha das instituições do País quando adota essa postura de se reafirmar no cargo o tempo todo", afirmou; "Se ele pensa que irá continuar no cargo, ele está errado. É uma questão de tempo", completou (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Pernambuco 247 - O deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) avalia que a declaração feita pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de que não irá renunciar ao cargo pode ser encarada como um deboche e um ato de cinismo. "Ele [Eduardo Cunha], com o cinismo que lhe é peculiar, debocha das instituições do País quando adota essa postura de se reafirmar no cargo o tempo todo", afirmou.

Jarbas disse que ao longo de mais de 40 anos de vida pública nunca se deparou com uma postura semelhante à adotada por Cunha. Segundo ele, apesar  da atitude do correligionário, ele deverá cair em breve. "Já vi de tudo nessa vida e não me surpreendo mais com nada. Se ele pensa que irá continuar no cargo, ele está errado. É uma questão de tempo", avaliou.

"As investigações continuam e a cada passo uma nova denúncia pesa contra ele, com documentos sendo divulgados e delatores detalhando o esquema do qual ele fazia parte. A situação dele é insustentável e envergonha todo o País", completou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247