JB: "nova agência do Banese é homenagem justa a Déda"

Governador Jackson Barreto (PMDB) inaugurou nesta terça (11), no bairro Santa Maria, ao lado da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira e da secretária da Inclusão Social, Eliane Aquino, nova agência do Banco do Estado de Sergipe na capital, que leva o nome de Marcelo Déda; "O Banese é o rosto, a cara do povo sergipano, representa oportunidade. Nós iremos ver no sorriso das pessoas aquilo que Déda pregou: a sua felicidade", afirmou JB; "O banco está aqui, com a mesma qualidade de qualquer outro banco no Estado, o banco da 13 de julho, o banco do Santa Maria é a mesma coisa; isso é gerar renda, é o que Marcelo Déda falava tão fortemente: de fazer política pelo direito e pela renda", afirmou Eliane

Governador Jackson Barreto (PMDB) inaugurou nesta terça (11), no bairro Santa Maria, ao lado da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira e da secretária da Inclusão Social, Eliane Aquino, nova agência do Banco do Estado de Sergipe na capital, que leva o nome de Marcelo Déda; "O Banese é o rosto, a cara do povo sergipano, representa oportunidade. Nós iremos ver no sorriso das pessoas aquilo que Déda pregou: a sua felicidade", afirmou JB; "O banco está aqui, com a mesma qualidade de qualquer outro banco no Estado, o banco da 13 de julho, o banco do Santa Maria é a mesma coisa; isso é gerar renda, é o que Marcelo Déda falava tão fortemente: de fazer política pelo direito e pela renda", afirmou Eliane
Governador Jackson Barreto (PMDB) inaugurou nesta terça (11), no bairro Santa Maria, ao lado da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira e da secretária da Inclusão Social, Eliane Aquino, nova agência do Banco do Estado de Sergipe na capital, que leva o nome de Marcelo Déda; "O Banese é o rosto, a cara do povo sergipano, representa oportunidade. Nós iremos ver no sorriso das pessoas aquilo que Déda pregou: a sua felicidade", afirmou JB; "O banco está aqui, com a mesma qualidade de qualquer outro banco no Estado, o banco da 13 de julho, o banco do Santa Maria é a mesma coisa; isso é gerar renda, é o que Marcelo Déda falava tão fortemente: de fazer política pelo direito e pela renda", afirmou Eliane (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247, com ASN - O governador Jackson Barreto (PMDB) inaugurou na noite desta terça-feira (11), no bairro Santa Maria, ao lado da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira e da ex-primeira-dama de Sergipe e secretária de Estado da Inclusão Social, Eliane Aquino, a nova agência do Banco do Estado de Sergipe na capital, que leva o nome do ex-governador Marcelo Déda, falecido em dezembro de 2013.

A data para inauguração da nova unidade do Banese foi escolhida intencionalmente como forma de homenagem o ex-governador Marcelo Déda que, faria, caso estivesse vivo, neste 11 de março, 54 anos. Os filhos do ex-governador, Yasmin Barreto, João Marcelo e o pequeno Mateus, assim como os irmãos de Marcelo Déda, Cláudio Déda, presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, Maria Aparecida e Maria do Carmo, também compareceram à homenagem.

"Começamos o dia homenageando Marcelo Déda com a entrega da Orquestra Jovem aqui no Santa Maria e estamos aqui para mais homenagens. Essa agência é uma homenagem justa a Marcelo Déda. O Banese é o rosto, a cara do povo sergipano, representa oportunidade. Nós iremos ver no sorriso das pessoas aquilo que Déda pregou: a sua felicidade. Como homem público fico feliz em cumprir o papel de transformar realidades e continuar trabalhando porque o povo quer mais. O Banese está aqui para que novos empreendedores do povo tenham oportunidade. De coração, celebremos Déda, estamos cumprindo a nossa parte. Ontem, hoje e amanhã, o povo continua sendo a nossa inspiração para o trabalho", sintetizou Jackson.

"Hoje, nos seus 54 anos, nós não estamos comemorando, aqui, a passagem de Marcelo Déda, mas sim o aniversário dele com muita felicidade. Começamos o dia presenteando Marcelo Déda com o lançamento da Orquestra Jovem e estamos agora continuamos esta festa, inaugurando, agora, esta agência. Se há dez anos alguém falasse que teria uma agência do Banese no bairro Santa Maria ninguém acreditaria, ninguém nem sonhava que isso seria possível, e o banco está aqui, com a mesma qualidade de qualquer outro banco no Estado de Sergipe, o banco da 13 de julho, o banco do Santa Maria é a mesma coisa; isso é gerar renda, é o que Marcelo Déda falava tão fortemente: de fazer política pelo direito e pela renda", disse a viúva do governador Marcelo Déda, Eliane Aquino.

Comodidade e estrutura

Localizada na Avenida Alexandre Alcino, ao lado da delegacia do bairro, a unidade possibilitará à população do Santa Maria, que disponha, até o momento, de apenas um correspondente bancário no bairro, mais comodidade na hora de pagar suas cotas ou fazer transações bancárias, facilitando a vida dos moradores da comunidade e ajudando a movimentar a economia da região.

A instalação da nova unidade bancária, onde se investiu R$ 921.802,73 (sendo R$ 647.680,77 em obras e R$ 274.121,96 em móveis e equipamentos), é mais uma prova do compromisso do Governo de Sergipe e do Banese para com o desenvolvimento econômico e social do estado.

De arquitetura moderna, com 325 metros quadrados de área construída, a Agência Governador Marcelo Déda Chagas é composta de uma área de autoatendimento com seis caixas eletrônicos e sala de atendimento com três caixas, um dos quais destinado a pessoas com deficiência física.

Possui ainda, vagas de estacionamento para idosos e portadores de necessidades especiais, rampa para cadeirantes e 2 banheiros públicos adaptados para pessoas deficientes.

Dotada com equipamentos de segurança, como porta giratória e câmeras, além de vigilante armado, a nova unidade do Banese funcionará com uma equipe de seis pessoas colaboradores (gerente, caixas e pessoal de atendimento). A agência contará com um Sistema de Gestão de Atendimento, que tem por objetivo reduzir o tempo de espera dos clientes.

De acordo com a presidente do Banese, Vera Lúcia Oliveira, a nova agência se destaca pela sua função social. "O crescimento do Banese passa principalmente pelo lado social. Para abrir um novo ponto ou agência não levamos em conta apenas o aspecto financeiro, mas a função social do Banco do Estado de Sergipe. Hoje, pela manhã, já fomos procurados por poupadores, clientes que querem fazer sua pequena poupança, por aqueles que querem fazer empréstimos também. Vemos aqui, muitas indústrias, pequenos supermercados e a gente pode ajudar esta localidade alavancando estes negócios, dinamizando esta economia. Esta região precisa muito desta agência e aqui tem muita gente que será beneficiada", explicou.

Banese

O Banese divulgou, no último dia 26 de fevereiro, o Relatório da Administração e as Demonstrações Contábeis do Banco referentes ao desempenho da instituição em 2013. Segundo o relatório, o lucro do Banese em 2013 foi de R$ 58 milhões, enquanto o patrimônio líquido da instituição atingiu a marca de R$ 279 milhões, registrando um crescimento de 8% em relação a 2012. O patrimônio líquido do Banco, em quatro anos, apresentou elevação de 87%, o que reflete o comprometimento do Banco e do Governo de Sergipe com o fortalecimento do patrimônio da instituição enquanto instrumento de solidez e sustentabilidade financeira.

Desde a sua criação, em 1961, atua como agente de desenvolvimento do Estado de Sergipe, seja no fomento econômico, através do estímulo à inclusão bancária e acesso ao crédito sustentável, seja na promoção de ações de responsabilidade socioambiental.

O Banese opera nas carteiras de Crédito Comercial, Imobiliário, Industrial e Rural. O Banco compreende um consolidado econômico com a Sergipe Administradora de Cartões e Serviços Ltda (Banese Card) e também fazem parte da marca a Banese Corretora e Administradora de Seguros, o Instituto Banese de Seguridade Social (Sergus), a Caixa de Assistência dos Empregados do Banese (Casse), a Associação Atlética Banese (AAB) e o Instituto Banese, responsável pela gestão da responsabilidade socioambiental e pelo apoio às manifestações culturais. O Museu da Gente Sergipana é o principal projeto do Instituto Banese, inaugurado em novembro de 2011, com investimento de R$ 22 milhões, o Museu já recebeu mais de 200 mil visitantes. O Instituto Banese apóia ainda a Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) e o Festival de Teatro de Sergipe, entre outras iniciativas.

A Rede de atendimento do Banese está presente em todos os 75 municípios do estado: são 62 agências, sendo 19 na capital e 43 no interior (incluindo a agência hoje inaugurada); 11 postos de serviços bancários; 465 caixas eletrônicos e 267 Pontos Banese (correspondentes no País). O Banco disponibiliza ainda aos seus clientes e usuários os sistemas de Internet Banking; Celular Banking e Call Center.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email