João Paulo denuncia "estrutura de golpe"

Superintendente da Sudene, o ex-prefeito do Recife João Paulo (PT), saiu em defesa do governo da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que a divulgação das conversas telefônicas entre a presidente e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sergio Moro demonstram que há uma "estrutura de golpe" contra o mandato da presidente Dilma em uma parte do Judiciário, da mídia e também da oposição; "Acredito que por trás de tudo isso é um processo de luta de classes. Parte de uma elite que não aceita um País para toda população, que quer a manutenção de um País para 30% da população", disparou

João Paulo denuncia "estrutura de golpe"
João Paulo denuncia "estrutura de golpe"

Pernambuco 247  - O superintendente da Sudene, o ex-prefeito do Recife João Paulo (PT), saiu em defesa do governo da presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, a divulgação das conversas telefônicas entre a presidente e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sergio Moro vem sendo utilizada pela oposição como "um agravo a democracia", além haver uma "estrutura de golpe" contra o mandato da presidente Dilma em uma parte do Judiciário, da mídia e também da oposição.

"Eu acredito que por trás de tudo isso é um processo de luta de classes. Parte de uma elite que não aceita um País para toda população, que quer a manutenção de um País para 30% da população", disparou João Paulo em entrevista á Rádio Folha FM

"Houve uma mudança significativa do nosso Brasil, no ensino superior, é contra essa ascensão social que se quer dar o golpe", completou. João Paulo confirmou presença no ato em defesa do Governo de Dilma nesta sexta (18), no Recife. "O movimento é contra qualquer tipo de golpe, onde a própria constituição seja respeitada", destacou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247