Jogador Jobson é preso por estuprar menores

O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro adolescentes na cidade de Conceição do Araguaia, no Pará; de acordo com a Polícia Civil, o jogador não resistiu à prisão, que ocorreu em sua chácara, na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins

O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro adolescentes na cidade de Conceição do Araguaia, no Pará; de acordo com a Polícia Civil, o jogador não resistiu à prisão, que ocorreu em sua chácara, na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins
O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro adolescentes na cidade de Conceição do Araguaia, no Pará; de acordo com a Polícia Civil, o jogador não resistiu à prisão, que ocorreu em sua chácara, na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência ANSA - O jogador Jobson foi preso nesta quinta-feira (23) acusado de estuprar quatro adolescentes na cidade de Conceição do Araguaia, no Pará. A Polícia Civil fez a prisão no cumprimento de um mandado preventivo emitido pela Justiça. As vítimas são uma jovem de 12 anos, uma de 13 anos e outras duas de 14 anos de idade. De acordo com a Polícia Civil, o jogador não resistiu à prisão, que ocorreu em sua chácara, na cidade de Couto Magalhães, em Tocantins.

Exames comprovaram que houve conjunção carnal (penetração) nas duas meninas mais novas. As outras duas contaram que consentiram as relações sexuais, mas que estavam sob efeitos de bebidas alcoólicas e entorpecentes. O inquérito foi instaurado após a jovem de 13 anos denunciar que fotos pornográficas suas estavam circulando em grupos de WhatsAspp. Jobson, de 28 anos, está suspenso do futebol até 2019 devido a uma punição imposta pela Federação Saudita por ele ter se negado a fazer um exame antidoping. A Fifa deu validade mundial à pena e o jogador só voltará a atuar aos 31 anos de idade.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247