Jovair vai integrar comissão do impeachment

Deputado federal goiano Jovair Arantes (PTB) vai integrar a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff; em reunião na noite de quarta-feira na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), foi indicado para presidir o colegiado e o líder do PTB, Jovair, para a relatoria; Jovair sempre foi um dos parlamentares mais fiéis ao governo federal nos mandatos do ex-presidente e no primeiro da presidente Dilma; hoje, no entanto, o parlamentar goiano está mais alinhado com Eduardo Cunha e a tendência é que vote a favor do afastamento da presidente

Deputado federal goiano Jovair Arantes (PTB) vai integrar a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff; em reunião na noite de quarta-feira na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), foi indicado para presidir o colegiado e o líder do PTB, Jovair, para a relatoria; Jovair sempre foi um dos parlamentares mais fiéis ao governo federal nos mandatos do ex-presidente e no primeiro da presidente Dilma; hoje, no entanto, o parlamentar goiano está mais alinhado com Eduardo Cunha e a tendência é que vote a favor do afastamento da presidente
Deputado federal goiano Jovair Arantes (PTB) vai integrar a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff; em reunião na noite de quarta-feira na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), foi indicado para presidir o colegiado e o líder do PTB, Jovair, para a relatoria; Jovair sempre foi um dos parlamentares mais fiéis ao governo federal nos mandatos do ex-presidente e no primeiro da presidente Dilma; hoje, no entanto, o parlamentar goiano está mais alinhado com Eduardo Cunha e a tendência é que vote a favor do afastamento da presidente (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O deputado federal goiano Jovair Arantes (PTB) vai integrar a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em reunião na noite de quarta-feira na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o líder do PSD, Rogério Rosso (DF), foi indicado para presidir o colegiado e o líder do PTB, Jovair Arantes (GO), para a relatoria.

Jovair sempre foi um dos parlamentares mais fiéis ao governo federal nos mandatos do ex-presidente e no primeiro da presidente Dilma. Hoje, no entanto, o parlamentar goiano está mais alinhado com Eduardo Cunha e a tendência é que vote a favor do afastamento da presidente.

Nas contas de Eduardo Cunha, a comissão terá maioria dos votos pelo impeachment, algo em torno de 37 a 39 votos dos 65 integrantes do colegiado. Mas aliados dele dizem que é difícil de prever isso porque os deputados ainda não foram indicados.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247