Juninho Pernambucano: só no voto vamos recuperar o rumo

O ex-jogador de futebol Juninho Pernambucano criticou o ódio ao ex-presidente Lula que, mesmo preso em Curitiba (PR), lidera todas as pesquisas eleitorais; "Paneileros e simpatizantes q viraram manifestoches, não precisam aumentar o ódio ao Lula. Podem recuar um pouco e pedir o direito dele de ir às urnas. Deixe o ódio a imagem, voz, escolha d vida de fora. Só no voto vamos recuperar o rumo. Desfaçam o apoio ao golpe", escreveu o Juninho no Twitter

Juninho Pernambucano: só no voto vamos recuperar o rumo
Juninho Pernambucano: só no voto vamos recuperar o rumo (Foto: Divulgação - Globo)

247 - O ex-jogador de futebol Juninho Pernambucano criticou eventuais ódios ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, mesmo preso em Curitiba (PR), lidera todas as pesquisas eleitorais.

"Paneileros e simpatizantes q viraram manifestoches, não precisam aumentar o ódio ao Lula. Podem recuar um pouco e pedir o direito dele de ir às urnas. Deixe o ódio a imagem, voz, escolha d vida de fora. Só no voto vamos recuperar o rumo. Desfaçam o apoio ao golpe", escreveu o Juninho em sua conta no Twitter.

Pesquisa realizada pelo instituto MDA para a Confederação Nacional dos Transportes (CNT), divulgada no mês passado, apontou que, na modalidade estimulada, o ex-presidente Lula lidera com 32,4% dos votos, seguido por Jair Bolsonaro, do PSL (16,7%), por Marina Silva, da Rede (7,6%), por Ciro Gomes, do PDT (5,4%), por Geraldo Alckmin, do PSDB (4,0%), por Álvaro Dias, do Podemos (2,5%), por Fernando Collor, do PTC (0,9%), por Guilherme Boulos (Psol) e Manuela D´Ávila (PCdoB), ambos com 0,5%, por João Amoêdo, do Partido Novo (0,4%), por Flávio Rocha, do PRB (0,4%), por Henrique Meirelles, do MDB (0,3%), por Rodrigo Maia, do DEM (0,2%) e por Paulo Rabello de Castro, do PSC (0,1%). Branco/Nulo 18,0%, Indecisos 8,7%.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247