Justiça censura bispo em missa enquanto Edir Macedo usa TV em favor de Bolsonaro

TRE de Pernambuco proibiu o bispo dom Limacêdo Antônio da Silva, da arquidiocese de Olinda e Recife, de se manifestar sobre política durante missas que celebrar; enquanto isso, o bispo Edir Macedo utiliza uma concessão pública do alcance da TV Record em claro benefício da candidatura de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL) com o consentimento da Justiça Eleitoral

Justiça censura bispo em missa enquanto Edir Macedo usa TV em favor de Bolsonaro
Justiça censura bispo em missa enquanto Edir Macedo usa TV em favor de Bolsonaro

Pernambuco 247 - O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Pernambuco proibiu o bispo dom Limacêdo Antônio da Silva, da arquidiocese de Olinda e Recife, de se manifestar sobre política durante missas que celebrar. 

Enquanto isso, o bispo Edir Macedo utiliza uma concessão pública do alcance da TV Record em claro benefício da candidatura de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL) com o consentimento da Justiça Eleitoral. 

O jornalista Luis Costa Pinto criticou a decisão. "Um escândalo e uma violência. Dom Limacêdo, bispo-auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, foi notificado por 3 proto-fascistas de toga, juízes da propaganda eleitoral do TRE pernambucano, a se eximir de falar de política em suas homilias.  No último domingo Dom Limacêdo falou sobre Democracia e violência. Exaltou a Democracia e condenou a violência e o fascismo", disse Costa Pinto. 

"A síndrome da pequena autoridade, o arrivismo que acomete e encoraja os guardas da esquina nos regimes fascistas ditatoriais, espalha-se como peste negra pelos juizecos de 1a instância.  Querem impedir a primavera de 28 de outubro de florir nas urnas de domingo", acrescentou o jornalista em seu Facebook. 

Leia, abaixo, a decisão da Justiça Eleitoral contra Dom Limacêdo:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247