Justiça determina afastamento do prefeito e oito servidores de Saboeiro

O Tribunal de Justiça determinou o afastamento do prefeito de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins, e oito servidores do município, por  suspeita de corrupção em processos licitatórios. De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP-CE), os gestores foram responsáveis por diversas licitações com fortes indícios de fraudes com despesas referentes à internet, aluguéis de carros, combustíveis e assessoria contábil

O Tribunal de Justiça determinou o afastamento do prefeito de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins, e oito servidores do município, por  suspeita de corrupção em processos licitatórios. De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP-CE), os gestores foram responsáveis por diversas licitações com fortes indícios de fraudes com despesas referentes à internet, aluguéis de carros, combustíveis e assessoria contábil
O Tribunal de Justiça determinou o afastamento do prefeito de Saboeiro, José Gotardo dos Santos Martins, e oito servidores do município, por  suspeita de corrupção em processos licitatórios. De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP-CE), os gestores foram responsáveis por diversas licitações com fortes indícios de fraudes com despesas referentes à internet, aluguéis de carros, combustíveis e assessoria contábil (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O juiz Ramon Aranha da Cruz, titular da Vara Única da Comarca de Saboeiro, determinou o afastamento do prefeito do município, José Gotardo dos Santos Martins, e de oito servidores, por suspeita de corrupção em processos licitatórios. A decisão foi proferida em sede de liminar nessa quarta-feira (19).

De acordo com a denúncia do Ministério Público (MP-CE), os agentes públicos foram responsáveis por diversas licitações com fortes e contundentes indícios de fraudes com despesas referentes à internet, aluguéis de carros, combustíveis e assessoria contábil. O órgão ministerial apurou ainda que as contratações beneficiaram algumas empresas.

“O perigo de dano é claro quando se está falando de lesão ao erário público. Este, inclusive, é presumido nas ações de improbidade administrativa praticadas pelos referidos agentes públicos”, explicou o magistrado.

Afastados

Além do prefeito, também foram afastados Ivolita Casimiro Fernandes Vieira (secretária de Saúde), Rita de Cássia Pereira (secretária de Educação), Tânia de Alencar Rocha Martins (secretária de Assistência Social), Suzete Nocrato dos Santos Moura (secretária de Finanças) e Raimunda Ciliane Pereira de Sousa (ordenadora de Despesas do Fundo Geral) e outros dois agentes públicos, Luiz Flamarion Palácio de Morais Santos Filho e Heridenisson Lopes de Olinda.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247