Justiça manda Aécio provar ataques no Twitter

Presidenciável tucano Aécio Neves abriu processo contra o Twitter para revelar dados de 66 usuários, acusados de "atuar em rede" para "disseminar conteúdo ilícito" contra ele; magistrado Helmer Augusto Toqueton Amaral determinou que sua defesa comprove a publicação de calúnias ou difamações

Presidenciável tucano Aécio Neves abriu processo contra o Twitter para revelar dados de 66 usuários, acusados de "atuar em rede" para "disseminar conteúdo ilícito" contra ele; magistrado Helmer Augusto Toqueton Amaral determinou que sua defesa comprove a publicação de calúnias ou difamações
Presidenciável tucano Aécio Neves abriu processo contra o Twitter para revelar dados de 66 usuários, acusados de "atuar em rede" para "disseminar conteúdo ilícito" contra ele; magistrado Helmer Augusto Toqueton Amaral determinou que sua defesa comprove a publicação de calúnias ou difamações (Foto: Roberta Namour)

247 – O presidenciável tucano Aécio Neves abriu processo contra o Twitter para revelar dados cadastrais de 66 usuários, cujos os quais acusada de "atuar em rede" para "disseminar conteúdo ilícito" contra ele.

O juiz Helmer Augusto Toqueton Amaral, no entanto, quer que a defesa de Aécio envie relatórios comprovando a publicação de calúnias ou difamações nesses perfis antes de abrir os cadastros.

Trata-se da quarta ação que o senador mineiro move contra provedores e redes sociais com objetivo de identificar ataques organizados.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247