Kalil diz que se arrependeu de ter apoiado Lacerda

O candidato a prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) afirmou que ajudou na campanha do prefeito Marcio Lacerda (PSB), em 2012, porque os senadores tucanos Aécio Neves e Antônio Anastasia se “ajoelharam” aos seus pés pedindo um apoio que ele não queria dar. “A gente erra, agora, eu não minto, não fico esculhambando os outros e quando me interessa fico dando beijinho”, afirmou

O candidato a prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) afirmou que ajudou na campanha do prefeito Marcio Lacerda (PSB), em 2012, porque os senadores tucanos Aécio Neves e Antônio Anastasia se “ajoelharam” aos seus pés pedindo um apoio que ele não queria dar. “A gente erra, agora, eu não minto, não fico esculhambando os outros e quando me interessa fico dando beijinho”, afirmou
O candidato a prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) afirmou que ajudou na campanha do prefeito Marcio Lacerda (PSB), em 2012, porque os senadores tucanos Aécio Neves e Antônio Anastasia se “ajoelharam” aos seus pés pedindo um apoio que ele não queria dar. “A gente erra, agora, eu não minto, não fico esculhambando os outros e quando me interessa fico dando beijinho”, afirmou (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - O candidato a prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) afirmou nesta segunda-feira (17) que errou ao ter apoiado a reeleição do prefeito Marcio Lacerda (PSB) na disputa pelo executivo, em 2012. Ao visitar uma cooperativa de reciclagem de lixo, a Copersol, na Região Leste, o postulante disse que ajudou na campanha do atual gestor porque os senadores tucanos Aécio Neves e Antônio Anastasia se “ajoelharam” aos seus pés pedindo um apoio que ele não queria dar. “A gente erra, agora, eu não minto, não fico esculhambando os outros e quando me interessa fico dando beijinho”, afirmou.

Questionado se estaria arrependido do apoio a Lacerda, o candidato disse que esta não foi a única bobagem que ele fez na vida. “Me arrependo de um monte de coisa”, disse.  “Agora, essa de apoiar quem eu não devia é só uma das besteiras que já fiz na minha vida”, complementou.

Kalil ironizou a propaganda de João Leite, que o acusa de abusar da boa fé dos eleitores. “As insinuações do João Leite são tão pequenas, tão comuns, que acho que vou andar com um assistente de 10 a 11 anos para responder a esse tipo de bobagem. Isso aí agride a minha inteligência”, afirmou. 

Em conversa com os funcionários da cooperativa, o candidato do PHS disse que a prefeitura tem o dever de apoiá-los e tem como proposta a criação uma escola de reciclagem para melhorar a tecnologia do serviço na capital. Segundo o candidato, o serviço de coleta que quando pega material que pode ser reciclado mistura de novo no caminhão.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247