Kátia critica “campanha sórdida” contra o Bolsa Família

Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez duras críticas à decisão do governo Michel Temer de suspender mais de 1 milhão de benefícios do Bolsa Família; pelo Twitter, a senadora classificou como "campanha sórdida" contra o programa;  "Esta campanha sórdida contra o Bolsa Família e a proteção social é desta elite falida e preconceituosa. Não sou de esquerda mas sou humana", disse Kátia; "Ser pobre não dignifica ser preguiçoso. Significa falta de oportunidade. Omissão do Estado. Os pobres pagam imposto indireto no consumo. Alguns pensam que pobre não paga imposto. São os que mais pagam porque são a maioria. Maioria que mais consome e portanto mais paga. Pagam impostos e continuam pobres", completou 

Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez duras críticas à decisão do governo Michel Temer de suspender mais de 1 milhão de benefícios do Bolsa Família; pelo Twitter, a senadora classificou como "campanha sórdida" contra o programa;  "Esta campanha sórdida contra o Bolsa Família e a proteção social é desta elite falida e preconceituosa. Não sou de esquerda mas sou humana", disse Kátia; "Ser pobre não dignifica ser preguiçoso. Significa falta de oportunidade. Omissão do Estado. Os pobres pagam imposto indireto no consumo. Alguns pensam que pobre não paga imposto. São os que mais pagam porque são a maioria. Maioria que mais consome e portanto mais paga. Pagam impostos e continuam pobres", completou 
Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez duras críticas à decisão do governo Michel Temer de suspender mais de 1 milhão de benefícios do Bolsa Família; pelo Twitter, a senadora classificou como "campanha sórdida" contra o programa;  "Esta campanha sórdida contra o Bolsa Família e a proteção social é desta elite falida e preconceituosa. Não sou de esquerda mas sou humana", disse Kátia; "Ser pobre não dignifica ser preguiçoso. Significa falta de oportunidade. Omissão do Estado. Os pobres pagam imposto indireto no consumo. Alguns pensam que pobre não paga imposto. São os que mais pagam porque são a maioria. Maioria que mais consome e portanto mais paga. Pagam impostos e continuam pobres", completou  (Foto: Aquiles Lins)

247 - A senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) fez duras críticas à decisão do governo Michel Temer de suspender mais de 1 milhão de benefícios do Bolsa Família. 

Pelo Twitter, a senadora classificou como "campanha sórdida" contra o programa. "Esta campanha sordida contra o Bolsa Família e a proteção social é desta elite falida e preconceituosa.Não sou de esquerda mas sou humana", disse Kátia. 

A congressista disse considerar um sucesso o fato de terem sido identificadas distorções em 6% dos beneficiários. "Não comemoro roubalheira ou distorção no Bolsa Família.Não sou hipócrita e acompanho estatística.6% num programa desta grandeza é um sucesso", afirmou.

"Ser pobre não dignifica ser preguiçoso. Significa falta de oportunidade.Omissão do Estado.Os pobres pagam imposto indireto no consumo. Alguns pensam que pobre não paga imposto. Sao os que mais pagam porque sao a maioria.Maioria que mais consome e portanto mais paga. Pagam impostos e continuam pobres.Bolsa Família é proteção social garantida na constituição de 88 e não pelo PT", completou Kátia Abreu. 

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247