Kátia critica governo do TO por contratações de cabos eleitorais

De acordo com denúncia da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), de maio até setembro o governo do Tocantins nomeou mais de 350 políticos e cabos eleitorais para cargos comissionados; a senadora disse ainda que, diante das operações e das denúncias da PF e do MPF por todo o país e no Tocantins, "o governador não teme nada e age como se Estado fosse sua propriedade privada"

Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) durante reunião do colegiado. Na pauta, o projeto que desobriga do registro e licenciamento anual as máquinas agrícolas
Senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) durante reunião do colegiado. Na pauta, o projeto que desobriga do registro e licenciamento anual as máquinas agrícolas (Foto: Voney Malta)

Tocantins 247 – Através de nota, a senador Kátia Abreu (PMDB-TO) acusou o governo do Tocantins por realizar contratações de políticos para cargos comissionados. Segundo ela, de maio até setembro ocorreram mais de 350 nomeações de cabos eleitorais publicadas no Diário Oficial.

 “Não paga a data-base aos servidores, que é o básico, mas tem dinheiro para cabos eleitorais apoiem este governo do atraso e da ineficiência”, reclamou a senadora, segundo reportagem no Conexão Tocantins (leia aqui na íntegra).

A senadora disse ainda que, diante das operações e das denúncias da PF e do MPF por todo o país e no Tocantins, o governador não teme nada e age como se Estado fosse sua propriedade privada.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247