Kátia: 'Impeachment sem base legal, nem pensar'

Uma das mais próximas aliadas da presidente Dilma Rousseff no PMDB, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), usou nesta segunda-feira, 7, sua conta no Twitter para sair novamente em defesa de Dilma e contra o impeachment; "O país está dividido desde as últimas eleições. Respeito a opinião de cada um sobre o governo ou sobre a presidente, embora não concorde", disse Kátia; "Nada desabonou sua honra. [Dilma] não foi pega com a mão na botija. E vamos combinar que se tivesse um mínimo fato já estaria a público. [Já] são 12 meses [do segundo mandato da presidente Dilma]", acrescentou

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu visita o Colégio Estadual Tim Lopes, no Complexo do Alemão, para lançamento de projeto piloto de produção de horta urbana (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu visita o Colégio Estadual Tim Lopes, no Complexo do Alemão, para lançamento de projeto piloto de produção de horta urbana (Tânia Rêgo/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - Uma das mais próximas aliadas da presidente Dilma Rousseff no PMDB, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB), usou nesta segunda-feira, 7, sua conta no Twitter para sair novamente em defesa de Dilma e contra seu pedido de impeachment da chefe do Executivo. 

"O país está dividido desde as últimas eleições. Respeito a opinião de cada um sobre o governo ou sobre a presidente, embora não concorde", disse Kátia Abreu, que figura entre os ministros mais próximos de Dilma. "Nada desabonou sua honra. [Dilma] não foi pega com a mão na botija. E vamos combinar que se tivesse um mínimo fato já estaria a público. [Já] são 12 meses [do segundo mandato da presidente Dilma]", acrescentou.

Para a ministra, "impedimento sem base legal, nem pensar". Ela também elogiou a iniciativa do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), um dos partidos da base aliada formal ao governo Dilma, de lançar publicamente o movimento "Golpe Nunca Mais". "Democracia não é jogo de tira e põe. Aqui vivemos o presidencialismo! Temos regras estabelecidas pelo Estado de Direito", continuou Kátia Abreu.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247