Kremlin: acusações sobre a Euro 2016 são russofobia

O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitri Peskov, comentou a publicação do jornal The Guardian sobre os supostos vínculos com o governo russo dos torcedores envolvidos em brigas na França; “É mais um exemplo de até que ponto alguns indivíduos chegam em sua russofobia”, disse Peskov  

O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitri Peskov, comentou a publicação do jornal The Guardian sobre os supostos vínculos com o governo russo dos torcedores envolvidos em brigas na França; “É mais um exemplo de até que ponto alguns indivíduos chegam em sua russofobia”, disse Peskov
 
O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitri Peskov, comentou a publicação do jornal The Guardian sobre os supostos vínculos com o governo russo dos torcedores envolvidos em brigas na França; “É mais um exemplo de até que ponto alguns indivíduos chegam em sua russofobia”, disse Peskov   (Foto: Leonardo Lucena)

Sputnik - O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitri Peskov, comentou a publicação do jornal The Guardian sobre os supostos vínculos com o governo russo dos torcedores envolvidos em brigas na França.

“É mais um exemplo de até que ponto alguns indivíduos chegam em sua russofobia”, disse Peskov.

No dia 18 de junho, o jornal britânico The Guardian escreveu que os acontecimentos na França “despertaram temores no governo britânico de que a violência houvesse sido autorizada pelo Kremlin e que a maioria dos torcedores envolvidos em brigas fossem representantes dos órgãos de poder russos”.

No dia 11 de junho, Na última semana, depois do jogo entre Inglaterra e Rússia, vários torcedores russos invadiram um setor reservado a torcedores ingleses, arrancando cadeiras e atirando objetos. A UEFA multou a União de Futebol da Rússia em 150 mil euros. Mais de 20 torcedores russos foram expulsos do país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247