Lava Jato: Humberto teria recebido R$ 1 milhão

Líder do PT no Senado, o pernambucano Humberto Costa teria recebido R$ 1 milhão do esquema de pagamento de propina em contratos de empreiteiras com a Petrobras; informação é do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa em depoimento à Justiça; citação foi feita em depoimento sigiloso que integra a delação premiada do ex-diretor; o senador diz que acusação é "totalmente fantasiosa"; "Não tenho relação com ninguém do PP"

Líder do PT no Senado, o pernambucano Humberto Costa teria recebido R$ 1 milhão do esquema de pagamento de propina em contratos de empreiteiras com a Petrobras; informação é do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa em depoimento à Justiça; citação foi feita em depoimento sigiloso que integra a delação premiada do ex-diretor; o senador diz que acusação é "totalmente fantasiosa"; "Não tenho relação com ninguém do PP"
Líder do PT no Senado, o pernambucano Humberto Costa teria recebido R$ 1 milhão do esquema de pagamento de propina em contratos de empreiteiras com a Petrobras; informação é do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa em depoimento à Justiça; citação foi feita em depoimento sigiloso que integra a delação premiada do ex-diretor; o senador diz que acusação é "totalmente fantasiosa"; "Não tenho relação com ninguém do PP" (Foto: Romulo Faro)

Pernambuco 247 - Líder do PT no Senado, o pernambucano Humberto Costa teria recebido R$ 1 milhão do esquema de pagamento de propina em contratos de empreiteiras com a Petrobras. Informação é do ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa em depoimento à Justiça, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. A citação foi feita em depoimento sigiloso que integra a delação premiada assinada pelo ex-diretor, por meio da qual ele espera ter sua pena reduzida.

O jornal afirma que, segundo Paulo Roberto, o dinheiro para o senador petista foi solicitado pelo empresário Mário Barbosa Beltrão, presidente da Associação das Empresas do Estado de Pernambuco (Assimpra). Paulo Roberto teria dito que o dinheiro saiu da cota de 1% do PP.

Segundo o jornal, o ex-diretor não soube informar como ocorreu o repasse do dinheiro, mas declarou que o empresário lhe confirmou o pagamento.

Humberto Costa disse ao jornal Folha de São Paulo que é "totalmente fantasiosa" a acusação de que teria recebido dinheiro proveniente do esquema.

Ele disse que não tem qualquer relação com algum integrante do PP que pudesse intermediar alguma arrecadação para ele. "Essa (acusação) é totalmente fantasiosa. Como o PP mandou passar uma cota? Não tenho relação com ninguém do PP. A matéria não diz se é uma doação oficial, quem levou, de onde saiu".

O senador disse que recebeu na campanha de 2010 R$ 150 mil em doações feitas pelo empresário Mário Barbosa Beltrão, de quem é amigo desde a adolescência.

Mário Beltrão disse que as acusações são "leviandades" e negou ter pedido dinheiro à campanha para o ex-diretor da Petrobras.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247