Lava Jato: vice-governador da Bahia diz estar "cagando e andando"

Vice-governador da Bahia, João Leão (PP), incluído no principal inquérito da Operação Lava Jato enviado pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao STF, disse estar "cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos"; ele será investigado por formação de quadrilha e por corrupção; 'Recebi recursos da OAS [em 2010] mas quem recebeu recursos legais, na conta legal, tem culpa?", questionou

Vice-governador da Bahia, João Leão (PP), incluído no principal inquérito da Operação Lava Jato enviado pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao STF, disse estar "cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos"; ele será investigado por formação de quadrilha e por corrupção; 'Recebi recursos da OAS [em 2010] mas quem recebeu recursos legais, na conta legal, tem culpa?", questionou
Vice-governador da Bahia, João Leão (PP), incluído no principal inquérito da Operação Lava Jato enviado pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao STF, disse estar "cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos"; ele será investigado por formação de quadrilha e por corrupção; 'Recebi recursos da OAS [em 2010] mas quem recebeu recursos legais, na conta legal, tem culpa?", questionou (Foto: Leonardo Lucena)

Bahia 247 – O vice-governador da Bahia, João Leão (PP), incluído no principal inquérito da Operação Lava Jato enviado pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF), disse estar "cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos". Ele será investigado por formação de quadrilha e por corrupção.

O progressista afirmou não entender por que será investigado, pois "nem conhecia esse povo". Segundo nota enviada à Folha, ele que recebeu 'recursos em 2010 das empresas que estão envolvidas na operação".

"Mas, botar meu nome numa zorra dessas? Não entendo. O que pode ser feito é esperar ser citado e me defender. Estou cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos", disparou.

Ainda conforme o texto, Leão afirmou ser um "cara sério, bato no meu peito e não tenho culpa". "Segunda-feira vou para Brasília saber por que estou envolvido [...] Recebi recursos da OAS [em 2010] mas quem recebeu recursos legais, na conta legal, tem culpa?", questionou.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247