Lei prevê multa de até um salário mínimo a quem jogar lixo nas ruas do TO

Uma lei em vigor no Tocantins prevê multa de até um salário mínimo quem jogar lixo nas ruas, praças, jardins, escadarias ou em qualquer área pública; a lei vale para pedestres e para quem jogar lixo pela janela dos veículos ou dos prédios; quem descumprir as normas será multado em meio salário mínimo; em caso de reincidência, a multa será de um salário mínimo

Uma lei em vigor no Tocantins prevê multa de até um salário mínimo quem jogar lixo nas ruas, praças, jardins, escadarias ou em qualquer área pública; a lei vale para pedestres e para quem jogar lixo pela janela dos veículos ou dos prédios; quem descumprir as normas será multado em meio salário mínimo; em caso de reincidência, a multa será de um salário mínimo
Uma lei em vigor no Tocantins prevê multa de até um salário mínimo quem jogar lixo nas ruas, praças, jardins, escadarias ou em qualquer área pública; a lei vale para pedestres e para quem jogar lixo pela janela dos veículos ou dos prédios; quem descumprir as normas será multado em meio salário mínimo; em caso de reincidência, a multa será de um salário mínimo (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 - Uma lei em vigor no Tocantins prevê multa de até um salário mínimo quem jogar lixo nas ruas, praças, jardins, escadarias ou em qualquer área pública. A lei vale para pedestres e para quem jogar lixo pela janela dos veículos ou dos prédios.

Quem descumprir as normas será multado em meio salário mínimo. Em caso de reincidência, a multa será de um salário mínimo.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente fiscalizará os atos praticados, por meio da polícia ambiental ou de profissionais treinados para fazer o serviço. De acordo com a norma, o Departamento de Trânsito (Detran) terá que implementar um programa para desenvolver um cadastro único dos infratores. O órgão será responsável por enviar multas e notificações.

Segundo a lei, o dinheiro arrecadado com as multas deverá ser destinado a programas de conscientização e educação.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247