Lei que torna Paulo Freire ‘Patrono da Educação Paulistana’ é sancionada

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) sancionou a lei Lei 16.947/18, que declara o educador Paulo Freire como "Patrono da Educação Paulistana"; projeto de lei foi proposto pelos vereadores Toninho Vespoli (PSOL) e Antonio Donato (PT) e a lei foi publicada na edição do Diário Oficial da Cidade de São Paulo nesta sexta-feira (29)

Lei que torna Paulo Freire ‘Patrono da Educação Paulistana’ é sancionada
Lei que torna Paulo Freire ‘Patrono da Educação Paulistana’ é sancionada
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) sancionou a lei Lei 16.947/18, que declara o educador Paulo Freire como "Patrono da Educação Paulistana". O projeto de lei foi proposto pelos vereadores Toninho Vespoli (PSOL) e Antonio Donato (PT) e a lei foi publicada na edição do Diário Oficial da Cidade de São Paulo nesta sexta-feira (29).

No projeto, os parlamentares avaliaram não somente o trabalho de Paulo Freire como educador e pedagogo, mas também a sua experiência como secretário de Educação municipal na gestão de Luiza Erundina, entre os anos de 1989 e 1991.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247