Lei seca foi sucesso neste carnaval em Pernambuco

Secretaria Estadual de Sade (SES) divulga balano parcial da operao realizada no carnaval e comemora reduo no nmero de atendimentos. Segundo a SES, foram realizados 25 mil atendimentos, nmero menor que o registrado em 2011

Lei seca foi sucesso neste carnaval em Pernambuco
Lei seca foi sucesso neste carnaval em Pernambuco (Foto: Divulgação)

Raphael Coutinho _PE247 – A Operação Lei Seca, intensificada durante o período carnavalesco, foi a principal responsável pela redução no número de atendimentos médicos realizados em Pernambuco. Pelo menos esta é a avaliação feita pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). Durante uma entrevista concedida a uma emissora de TV local, a secretária executiva de Atenção à Saúde do Estado, Tereza Campos, revelou que foram realizados cerca de 25 mil atendimentos, número abaixo do que foi registrado em 2011. A redução foi atribuída pelo índice menor de acidentes registrados nos quatro dias de folia.

“O balanço que nós temos é muito positivo: a população ajudou, os turistas brasileiros que vieram a Pernambuco gostaram do carnaval e os serviços de saúde estavam bem preparados para atender com qualidade. Foram mais de 25 mil atendimentos, menos do que o ano passado”, falou a secretária na entrevista. A Operação Lei Seca é ligada à SES, que informou ter realizado cerca de 1,1 mil testes do bafômetro por dia, além do próprio trabalho de conscientização que foi realizado.

“Nessas abordagens, as pessoas contribuíram, fizeram o teste do etilômetro. A idéia do amigo da vez funcionou muito bem, as pessoas que não bebiam estavam dirigindo. Embora tenham ocorrido multas e apreensões de veículos, de maneira geral o grande recado de que, quando você está dirigindo, não pode beber, foi bem entendido pela população. E isso reduziu a procura pelo serviço de saúde”, acrescentou.

Tereza Campos adiantou, ainda, que o objetivo da SES e dos demais órgãos envolvidos na Operação é que o ritmo de trabalho continue o mesmo do Carnaval. “A fiscalização vai continuar porque nós temos que não só educar a população, mas, se houver excesso e as pessoas não cumprirem o que a lei determina, a fiscalização continua, as apreensões continuam e as multas também. Mas a gente aposta na consciência das pessoas e na educação, e isso foi percebido no período de carnaval”, concluiu.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247