Leonardo diz que repasses da saúde serão feitos nesta sexta-feira

Em reunião realizada com o promotor Érico de Pina Cabral, o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, garantiu ao Ministério Público que os repasses de verbas da saúde para os municípios goianos referentes ao mês de fevereiro serão feitos amanhã; o recursos são para quatro áreas específicas: atenção primária, assistência farmacêutica, saúde mental e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)

Em reunião realizada com o promotor Érico de Pina Cabral, o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, garantiu ao Ministério Público que os repasses de verbas da saúde para os municípios goianos referentes ao mês de fevereiro serão feitos amanhã; o recursos são para quatro áreas específicas: atenção primária, assistência farmacêutica, saúde mental e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)
Em reunião realizada com o promotor Érico de Pina Cabral, o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, garantiu ao Ministério Público que os repasses de verbas da saúde para os municípios goianos referentes ao mês de fevereiro serão feitos amanhã; o recursos são para quatro áreas específicas: atenção primária, assistência farmacêutica, saúde mental e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) (Foto: José Barbacena)

MP-GO - Em reunião realizada ontem (4/3), o secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, garantiu ao Ministério Público de Goiás que os repasses de verbas da saúde para os municípios goianos referentes ao mês de fevereiro serão feitos nesta sexta-feira (6/3). O compromisso foi anunciado em encontro com o coordenador do Centro de Apoio Operacional da Saúde do MP, Érico de Pina Cabral, na sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Serão repassadas na data em questão as verbas relativas a quatro áreas específicas: atenção primária, assistência farmacêutica, saúde mental e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo lembrou o secretário, os repasses de janeiro também já foram feitos na data prevista, sendo intenção do governo estadual assegurar a regularidade dessas transferências.

Quanto aos repasses atrasados de 2014, foi informado ao coordenador do CAO Saúde que a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) está estudando uma forma de efetuar esses pagamentos. A proposta neste sentido deve ser apresentada entre 30 e 60 dias.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247