Líder do Governo aponta investimentos em prevenção da violência

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (6), o líder do Governo na Casa, Evandro Leitão (PDT), rebateu críticas à política de segurança do Estado e destacou que a atual gestão tem tomado todas as providências nas áreas de prevenção e repressão à criminalidade. Ele concordou com as afirmações de que só polícia não combate a violência e citou os exemplos de medidas preventivas, como política educacional do Estado, referência no Brasil; o programa Avance, que beneficia universitários com meio salário mínimo; e os investimentos em esporte e lazer, como a construção de areninhas

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (6), o líder do Governo na Casa, Evandro Leitão (PDT), rebateu críticas à política de segurança do Estado e destacou que a atual gestão tem tomado todas as providências nas áreas de prevenção e repressão à criminalidade. Ele concordou com as afirmações de que só polícia não combate a violência e citou os exemplos de medidas preventivas, como política educacional do Estado, referência no Brasil; o programa Avance, que beneficia universitários com meio salário mínimo; e os investimentos em esporte e lazer, como a construção de areninhas
Em pronunciamento na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (6), o líder do Governo na Casa, Evandro Leitão (PDT), rebateu críticas à política de segurança do Estado e destacou que a atual gestão tem tomado todas as providências nas áreas de prevenção e repressão à criminalidade. Ele concordou com as afirmações de que só polícia não combate a violência e citou os exemplos de medidas preventivas, como política educacional do Estado, referência no Brasil; o programa Avance, que beneficia universitários com meio salário mínimo; e os investimentos em esporte e lazer, como a construção de areninhas (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O deputado Evandro Leitão (PDT), líder do Governo, declarou, em pronunciamento na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (7), que, apesar do aumento de casos de violência no Estado, todas as providências nas áreas de prevenção e repressão à criminalidade têm sido adotadas pelo Executivo. Entre as ações, ele citou a contratação de mais policiais civis e militares, construção e reforma de delegacias e aquisição de viaturas.

O parlamentar lembrou que há cerca de 20 anos reclamava-se que os veículos da polícia eram pouco potentes e que havia pouca estrutura dos batalhões e Policia Civil. “Em 2007, quando Cid Gomes assumiu, foi implantada uma nova metodologia, com melhores condições aos policiais, reformando e ampliando delegacias e adquirindo nova frota de veículos”, citou.

Ele lembrou que, naquela época, já se acompanhava a violência nas principais cidades do País, mas, no Ceará, o problema estava bem longe de se equiparar às condições atuais. No entanto, ressaltou o deputado, o crime organizado migrou do Rio de Janeiro e de São Paulo para todo o Brasil. “Já houve chacina no Rio Grande do Norte e até em Manaus se registram vários problemas”.

Em resposta ao deputado Heitor Férrer (PSB), Evandro Leitão reconheceu que só polícia não resolve a questão da violência. Porém destacou que o governador Camilo Santana tem investido em outras áreas, obtendo resultados excelentes na educação. “O cenário está mudando porque, há onze anos, foi implantada uma política educacional estadual que é referência para todo o Brasil. Isso é ação preventiva”, acentuou.

O líder do Governo observou que das 100 melhores escolas de educação básica, 77 são deste Estado. Ele assinalou que há também investimentos nas áreas de esporte e lazer. “Mais de 100 areninhas estão sendo construídas, e foi implantado o Cartão Mais Infância, beneficiando crianças e jovens do Estado”.

Evandro Leitão citou também, como exemplo de ação preventiva, o Programa Avance, que irá beneficiar alunos universitários, concedendo meio salário mínimo durante o primeiro ano de faculdade e assegurando a permanência do estudante no ensino superior.

Apesar das inovações adotadas, o líder diz que não se pode mudar da noite para o dia. Ele pediu que a oposição contribua dando sugestões. “Não podemos nos aproveitar do momento de dor das famílias para fazer política partidária com a infelicidade e comoção da população”.

Evandro Leitão explicou ainda que é preciso cobrar atenção maior do ministro da Justiça e do presidente Michel Temer para a questão, no sentido de adotar um plano nacional de segurança pública.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247