Lideranças costuram aliança entre Renan e Vilela

Os entendimentos visando a reedição da dobradinha entre o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-governador Teotonio Vilela (PSDB) estariam adiantadas na disputa pelas duas vagas, em 2018, ao Senado; história foi citada uma fonte do PDB e a mesma possibilidade foi revelada para um grupo de políticos que esteve em reunião na sede do governo de Alagoas com dirigentes máximos do PMDB local, recentemente

Os entendimentos visando a reedição da dobradinha entre o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-governador Teotonio Vilela (PSDB) estariam adiantadas na disputa pelas duas vagas, em 2018, ao Senado; história foi citada uma fonte do PDB e a mesma possibilidade foi revelada para um grupo de políticos que esteve em reunião na sede do governo de Alagoas com dirigentes máximos do PMDB local, recentemente
Os entendimentos visando a reedição da dobradinha entre o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o ex-governador Teotonio Vilela (PSDB) estariam adiantadas na disputa pelas duas vagas, em 2018, ao Senado; história foi citada uma fonte do PDB e a mesma possibilidade foi revelada para um grupo de políticos que esteve em reunião na sede do governo de Alagoas com dirigentes máximos do PMDB local, recentemente (Foto: Voney Malta)

Por Marcelo Firmino/eassim.net - Estão mais adiantadas do que bico de tucano, as tratativas entre o senador Renan Calheiros (PMDB) e o cacique do tucanato alagoano Teotônio Vilela Filho (PSDB), para reeditar a dobradinha para o Senado Federal nas próximas eleições.

A jornalista Vanessa Alencar trouxe a informação no portal Cadaminuto, após ouvir a história de uma fonte palaciana. A mesma história foi citada para um grupo de políticos que esteve em reunião no República dos Palmares com dirigentes máximos do PMDB local, recentemente.

Tanto Renan como Vilela se apega nesta possibilidade, independentemente dos olhares e bicos tortos dos aliados de lado a lado, uma vez que ambos consideram que esta pode ser a estratégia mais engenhosa para atingirem os objetivos como mais tranquilidade.

Em Arapiraca, por exemplo, principal colégio eleitoral do Estado, eles dominam a cena política e por muito tempo usufruíram conjuntamente do espólio eleitoral, não apenas de lá, mas de toda região do agreste. Situação não muito diferente no sertão.

Reeditar o passado, de olho no futuro, é o caminho que buscam com o incentivo de grupos políticos que sempre estiveram aliados aos dois e que agora não gostariam de estar divididos na escolha dos representantes alagoanos para o Senado.

As tratativas para que Renan e Téo garantam mandatos de senadores são reais e avançadas. E se as conversas se consolidarem, eles, certamente, largarão na frente no processo eleitoral de 2018.

Alguém duvida?

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247