Lúcio: tentaram transformar a OAB em trincheira da oposição ao governo

O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio de Paiva, fez um discurso duro nesta segunda-feira em solenidade que marcou a inauguração de salas da instituição no prédio do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-GO), na Capital; ele afirmou hoje que ao longo da caminhada perdeu aliados porque houve a tentativa por parte de alguns de tentar transformar a OAB numa trincheira de oposição ao governo de Goiás; “Muitos insatisfeitos ficaram pelo caminho: alguns que caminharam conosco na vitória eleitoral de 2015 e acharam que iriam transformar a OAB Goiás em trincheira política da oposição ao Governo do Estado se frustraram"

O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio de Paiva, fez um discurso duro nesta segunda-feira em solenidade que marcou a inauguração de salas da instituição no prédio do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-GO), na Capital; ele afirmou hoje que ao longo da caminhada perdeu aliados porque houve a tentativa por parte de alguns de tentar transformar a OAB numa trincheira de oposição ao governo de Goiás; “Muitos insatisfeitos ficaram pelo caminho: alguns que caminharam conosco na vitória eleitoral de 2015 e acharam que iriam transformar a OAB Goiás em trincheira política da oposição ao Governo do Estado se frustraram"
O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio de Paiva, fez um discurso duro nesta segunda-feira em solenidade que marcou a inauguração de salas da instituição no prédio do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-GO), na Capital; ele afirmou hoje que ao longo da caminhada perdeu aliados porque houve a tentativa por parte de alguns de tentar transformar a OAB numa trincheira de oposição ao governo de Goiás; “Muitos insatisfeitos ficaram pelo caminho: alguns que caminharam conosco na vitória eleitoral de 2015 e acharam que iriam transformar a OAB Goiás em trincheira política da oposição ao Governo do Estado se frustraram" (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio de Paiva, fez um discurso duro nesta segunda-feira em solenidade que marcou a inauguração de salas da instituição no prédio do Tribunal Regional do Trabalho de Goiás (TRT-GO), na Capital. Os ânimos estão exaltados na OAB porque este ano tem eleição e Lúcio deve ser candidato, apesar de estar escondendo o jogo.

Ele afirmou hoje que ao longo da caminhada perdeu aliados porque houve a tentativa por parte de alguns de tentar transformar a OAB numa trincheira de oposição ao governo de Goiás. 

“Muitos insatisfeitos ficaram pelo caminho: alguns que caminharam conosco na vitória eleitoral de 2015 e acharam que iriam transformar a OAB Goiás em trincheira política da oposição ao Governo do Estado se frustraram; outros, adeptos do velho modelo de gestão que levou a OAB Goiás à derrocada financeira, estrutural e institucional, demitidos dos cargos pelo voto direto da advocacia vociferam contra a gestão e espumam de rancor a cada êxito e a cada realização de nossa administração”, disse o presidente. 

“E esses insatisfeitos de ontem e de hoje se juntaram em seu ressentimento para atirar pedras na gestão atual; mas ao invés de lançá-las de volta, com elas estamos pavimentando o caminho de realizações que nos trouxe até aqui”, alegou, acrescentando que a cada nova crítica, nova mentira ou nova pedra atirada. “Digo-lhes: confia e trabalha, pois a verdadeira advocacia tudo está vendo e avaliando”, finalizou.

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247